07 dezembro 2012

ESCOLA BÍBLICA INTENSIVA DA AD MINISTÉRIO DO BELÉM EM BARUERI-SP: ESBOÇO DAS AULAS SOBRE "LIÇÕES PRÁTICAS DA LIDERANÇA DE DAVI"

 

INTRODUÇÃO: A liderança de Davi nos ensina princípios e posturas que se aplicam aos dias atuais.
1 – Desenvolva uma conduta adequada nas relações familiares

- Qual a sua condição ou posição na família?
- Na condição de filho Davi foi submisso ao seu pai (1 Sm 16.11-12; 19.22; 17.12-22).
- A nossa postura na posição que ocupamos em família nos qualifica ou nos reprova para o exercício da liderança cristã (Lc 2.51-52; 1 Tm 3.1-5; 5.8; Ef 5.22-33; 6.1-4).

2 – Descubra a sua vocação e o seu lugar na realização da obra de Deus

- É Deus que em graça e soberania nos chama para a sua obra (Gn 12.1-2; Êx 3.10; Jz 3.9; 1 Sm 16.1; Jr 1.5; Mt 20.23; Mc 3.13-19; Lc 1.31-33; Jo 15.16; At 9.10-16; 13.1-2; 20.28; Gl 1.15; 1 Tm 1.12-16; 2 Tm 1.8-11; Hb 5.4).
- Devemos estar contentes com a obra e o lugar para qual o Senhor nos chamou, mesmo que esta obra e lugar não nos dê visibilidade. No universo da obra de Deus nem sempre estaremos na condição de protagonistas, mas sempre a nossa função será relevante. Precisamos fugir das tentações da sociedade do espetáculo, onde o que importa é aparecer, custe o que custar.

3 – Tenha cuidado com a síndrome dos primeiros lugares nas listas

- Davi ficou de fora da primeira lista de candidatos, mas era ele o escolhido de Deus (1 Sm 16.4-13).
- Paulo, por razões óbvias aparece no início de seu ministério sempre depois de Barnabé (At 11.25, 30; 12.25).
- Paulo, na lista dos profetas e doutores da igreja em Antioquia aparece em último lugar (At 13.1), para logo em seguida ser chamado pelo Espírito para uma grande obra, ficando dessa forma em evidência, mas logo atrás de Barnabé (At 13.2, 7).
- Deus cria situações que promovem o nosso nome para a glória dele (At 13.8-12). Paulo, após o episódio em Pafos, é citado pela primeira vez a frente de um trabalho (At 13.13).
- É preciso saber conviver com a alternância do nosso nome nas listas (At 13.43, 46, 14.12, 14, 19-20, 15.2, 12, 22, 25, 35). Após Atos 13.13 o nome de Paulo aparece sete vezes antes de Barnabé e quatro vezes após o mesmo.

4 – Aprenda a esperar com paciência o tempo de Deus na sua vida

- Sirva com alegria nas pequenas coisas (1 Sm 16.14-23).
- Seja submisso ao seu líder (1 Sm 18.5a).
- Saiba tirar proveito da condição de reserva (aprenda através da observação, analise as situações, faça uma leitura das circunstâncias e dos fatos, quando lhe derem oportunidades dê a sua contribuição da melhor forma possível, depois volte para o banco e espere novamente). Ex. reserva da diaconia, do presbitério, dos ministros, do ensino, da pregação, da regência, etc.

5 - Se conduza com prudência nas tarefas lhe confiadas (1 Sm 18.5b) 

- Busque conselho com os mais experientes sempre que se deparar com situações delicadas.
- Cuidado com as inovações desprovidas de bom senso.

6- Conquiste e aumente os níveis de confiança (1 Sm 18.5c)

- Conquistar e crescer em confiança demanda tempo.
- A confiança pode ser perdida num momento.
- Reconquistar a confiança é uma tarefa mais difícil do que conquistá-la.
- Os níveis de confiança podem nunca mais serem os mesmos.

7 – Saiba perceber a aceitação ou rejeição do povo e dos demais líderes (1 Sm 18.5d)

- Antes de ser o preferido do líder, seja o escolhido de Deus.
- Você conquista o povo com trabalho, demonstração de competência, empatia e com os sinais da bênção de Deus sobre a tua vida.

8 - Aprenda a lidar com o sucesso e a popularidade (1 Sm 18.6-7)

- Você poderá se tornar mais popular do que o seu líder, mas mesmo assim ainda estará debaixo da autoridade dele.
- Quando o reconhecimento popular acontecer, não esqueça dos que contribuíram para que você chegasse onde chegou (ou chegará).

9 – Sofra as desconfianças infundadas, as crises de ciúmes, provocadas pelas ações e palavras de terceiros (1 Sm 18.8)

10 – Desenvolva a habilidade de se desviar de lanças (1 Sm 18.11; 19.10)

- Na trajetória ministerial e na jornada cristã alguns desejarão o teu sucesso, prosperidade, desenvolvimento, enquanto outros trabalharão pelo teu fracasso, queda e morte.
- Em algumas situações, a mão que se estendeu para te ajudar, será a mesma mão que se levantará contra você.
- Não queira a morte daquele que quer te matar, antes se desvie das lanças. Se for o caso, saia de cena por um tempo, fuja, se esconda (1 Sm 19.11-12). 

11 – Cuidado com os maus conselhos e as influências negativas 

- Sua postura como liderado hoje fortalecerá a sua liderança amanhã (1 Sm 24.1-7).
- Resista à tentação de fazer as coisas acontecerem do seu jeito (1 Sm 26.7-10).

12 – Administre a ansiedade e a afobação (2 Sm 2.1- 4; 5.1- 5)

13 – Continue crescendo para a glória de Deus (2 Sm 5.10)

- Invista em sua qualificação pessoal, lendo estudando, estando sempre aberto a aprender. Seja generoso, distribuindo para receber mais de Deus.

14 – Entenda que os dons, talentos, vocações e ministérios nos outorgados são para servir ao povo (Gn 12.1-3; Êx 3.7-10; 2 Sm 5.12)

15 – Seja vigilante na conduta moral, e assuma a responsabilidade diante dos seus erros (2 Sm 11; 12.1-13)

16 – Mantenha o foco na família diante da prosperidade ministerial

- Tamar é violentada por Amnom (2 Sm 13.1-21)
- Absalão passa a odiar Amnom (2 Sm 13.22)
- Absalão mata Amnom (2 Sm 13.23-38)
- A atitude de Davi para com Absalão (2 Sm 14.1, 21, 24, 28, 33)
- Absalão conspira contra Davi (2 Sm 15.1-10)

17 – Cultive amizades sinceras

- Itai (2 Sm 15.19-22): estrangeiro, pouco tempo no grupo, disposto a viver ou morrer.
- Zadoque (2 Sm 15.24-27): o amigo cuidador da arca.
- Husai (2 Sm 15.32-37): o amigo informante.

Exerça a liderança para a glória de Deus!

Barueri-SP, 15/11/2012
CPADNews

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário