20 dezembro 2012

Senador Paulo Paim  do PT é o novo Relator do PLC/122

Desde que Marta Suplicy deixou do Senado para assumir o Ministério da Cultura, o PLC 122 ficou sem relator.
Agora, o PT já definiu quem liderará o PLC 122 no Congresso Nacional: O senador Paulo Paim (PT-RS).
Senador petista Paulo Paim
Paim, que é presidente da Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado, disse que a bancada evangélica queria como relator o senador Magno Malta. O PT, então, resolveu que o próprio Paim deveria assumir a relatoria.
O senador petista é autor do nefasto PL 6.418/2005, que prevê o banimento e recolhimento de toda literatura que o governo considere preconceituosa e “homofóbica”. Tal medida cedo ou tarde implicará em sério risco para a publicação e distribuição da Bíblia Sagrada e livros evangélicos e católicos que tratem desfavoravelmente da bruxaria e do homossexualismo. Aliás, mesmo sem tal lei,
Com o projeto de Paim, programas de TV e rádio que apresentem o homossexualismo e a bruxaria de forma desfavorável ou negativa serão censurados e proibidos.
Programas e projetos do candomblé e umbanda serão promovidos como “cultura”, enquanto que toda crítica à bruxaria será considerada como “racismo” e “discriminação”.
Paulo Paim tem então larga experiência para avançar leis “antipreconceito”. Ele reconheceu que toda vez que tentaram colocar o PLC 122 para votação, a pressão popular impedia o PT de enfiar o projeto homossexualista goela abaixo do Congresso e do povo brasileiro. Ele disse: “Se o PL 122 fosse fácil de votar, nós já teríamos votado há muito tempo. Só a senadora Marta Suplicy, que foi vice-presidente do Senado, ficou com ele dois anos. Não é falta de boa vontade da comissão. O projeto não foi colocado em votação por outros presidentes, porque toda vez que foi colocado em votação, da forma que estava, o projeto seria derrotado”.
Paim e seus companheiros do PT apontam para as pesquisas do DataSenado como evidência de que o PLC 122 precisa ser urgentemente aprovado.
Com informações do site homossexual A Capa.
Fonte: www.juliosevero.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário