20 dezembro 2012


Taxistas evangélicos aproveitam corridas para evangelizar; Atuação do grupo já tem 20 anos e programa de rádio


A tarefa de cumprir o Ide (Marcos 16:15) muitas vezes depende de criatividade e oportunidade. Por isso, um grupo de taxistas na cidade de Montevidéu, capital do Uruguai aproveita suas horas de serviço para evangelizar passageiros que se colocam à disposição para ouvir a mensagem bíblica.
O Ministério de Taxistas Cristãos de Montevidéu foi fundado em 1992, por três taxistas evangélicos que se reuniam numa esquina da cidade, e nestes 20 anos, cresceu e se tornou um dos grupos evangelísticos mais atuantes da cidade. Atualmente, o grupo de motoristas se reúne no Parque dos Aliados para orar e buscar estratégias de evangelismo.
-Os taxistas cristãos evangélicos tem sua jornada de trabalho a noite, uma equipe trabalha até a uma da manhã e a outra até às seis da manhã de segunda a sexta – revelou John Rotela ao siteAcontecer Cristiano.
Entre os assuntos abordados pelos taxistas ou seus passageiros, desde um comentário sobre o tempo, problemas profissionais e até doenças terminais, tudo se torna oportunidade para mencionar a Palavra de Deus e com a permissão dos passageiros, se tornar uma evangelização.
Os taxistas revelaram que a concordância dos passageiros é fundamental para que não haja rejeição e que com isso, muitos dos que ouvem a mensagem durante a corrida acabam abrindo o coração e aceitando a Jesus.
Com o crescimento do Ministério, os taxistas de Montevidéu conseguiram um espaço numa emissora de rádio, que começou com quinze minutos e hoje soma cinco horas. Num dos programas, um jovem ligou e contou que estava se preparando para se suicidar: “Nós oramos, pedimos para ele entregar sua vida a Cristo, o jovem que agora já um homem é um servo de Deus em uma congregação junto com um pastor”, contou Rotela.
Embora sofram o risco de uma rejeição e até de agressões, o Ministério de Taxistas Cristãos de Montevidéu permanece firme no propósito de evangelizar através das corridas.
Gospelmais

Nenhum comentário:

Postar um comentário