02 fevereiro 2013



Lagoinha promove “festa santa” durante o Carnaval 

Batista da Lagoinha promove “festa santa” durante o Carnaval



Durante os dias de Carnaval a Igreja Batista da Lagoinha estará promovendo atividades diferentes com a intenção de convidar os jovens a participar da Festa do Espírito, o evento ganhou o nome de “Espíritoval – A Festa Santa”.
Os participantes da Mocidade da Lagoinha terão dos dias 8 a 12 de fevereiro diversas festas dentro da igreja com a participação de cantores e também de pastores que falarão sobre diversos temas voltados a este público.
A expectativa é que mais de 6 mil pessoas passem pela sede da IBL que fica em Belo Horizonte, o público vai poder participar da “Minkareta” e da “Rave” festas que ganharam nomes contrários aos usados em atividades seculares.
A igreja liderada pelo pastor Márcio Valadão convidou alguns cantores e pastores para este evento, entre eles o cantor André Valadão, o pastor Nelson do ministério “Eu Escolhi Esperar”, o Ministério “Louva Deus”, “Cristo Vivo”, Lu Alone, Vinícius Melo entre outros.
Além desses dois eventos acontecerá também o trio elétrico “Pai, filho e Espírito Santo” que vai acontecer durante o programa “De Tudo um Pouco” da Rede Super de Televisão.

Serviço:
Espíritoval – A Festa Santa

Local: Igreja Batista da Lagoinha
Endereço: Rua Manuel Macedo, 360, São Cristóvão.
Dias: 8 a 12 de fevereiro

Participações: André Valadão, Lu Alone, Pr. Nelson (do Movimento Escolhi Esperar), Ministério Cristo Vivo, Vinícius Melo, banda Louva Deus, Mocidade Dependente de Deus.
Pastores: Flavinho Marques, Rony Carrijo, Vinícius Zulato, Leandro Almeida, Diogo Souza e Richarde Guerra – Mocidade IBL
Mais informações: (31) 3478-6500
Obs.: A participação na “Rave” e na “Minkareta” custam R$20,00. Os cultos durante a noite são gratuitos.




Comentário de Wáldson: Existe um argumento extremamente falacioso que tem enganado a muta gente, que diz: " é melhor estar errado dentro da igreja do que errado fora dela". Meu Deus, que loucura esse pensamento!!
Não é melhor não. Quem vem para a igreja, dá a impressão de que  está á procura de nova vida, novo rumo. Se é prá estar na igreja 'errando' como antes no mundo, melhor então que continue no mundo, pois Deus não aceitará  de forma alguma a vida errada, nem a pessoa que leva a vida errada no céu.
Ser crente  em Jesus é abandonar o pecado e não continuar praticando-o, dentro de uma igreja. Tá tudo errado!!
   Quando a gente acha que já viu tudo nessa farra gospel vem uma “igreja” e fala o contrário “não você não viu tudo, falta o EspiritoVal que é o mesmo CARNAVAL só que gospel.
Isso se parece muito com “Ogum que é o mesmo São Jorge”.
É triste uma igreja que se diz evanǵelica promover um show com um nome quase “carnavalesco”.Por que não convocar os jovens pra orar? Na verdade o povo só quer festa.
 As igrejas ditas evangélicas não deviam querer a todo custo (literalmente) imitar o mundo com festas (seculares) pra jovens. Nãoo devia ser feito o contrario? Ja que os cristãos devem ser o "sal"  da terra e a "luz" do mundo?

Gostei muito de uma exposição  deixada por Israel. Leiam:

"Erros imperdoáveis do Apostolo Paulo"

Percebemos muitos erros e citaremos alguns poucos por enquanto. Muitos outros podem ser encontrados se pegarmos a Bíblia para conferir o que ele escreveu.
O Apóstolo errou feio quando não orientou corretamente em suas cartas sobre o melhor desempenho do grupo de coreografia, quais os momentos e onde poderiam atuar e quantas pessoas poderiam participar do grupo! E o Apóstolo que mais escreveu e orientou a Igreja jamais poderia ter sido relapso com esse assunto importantíssimo!
Ele escreveu tantas outras coisas sem tamanha importância, ou pelo menos que algumas igrejas não consideram importantes, ocupando as páginas da Bíblia com essas coisas, quando poderia ter gasto melhor o seu tempo com essas orientações. Ficou perdendo o tempo dele e o nosso com bobagens qual a valorização de um Evangelho, dizendo que é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê, considerando que não temos mais nenhuma preocupação tola com esse assunto sobre salvação ou perdição, porque isso não faz mais parte dos nossos propósitos atuais, porque o que queremos é o aumento dos membros e das finanças.
Além do mais, quem é que está se importando com esse assunto? Ele até nos atrapalha, porque ninguém mais quer ser confrontado com o pecado e suas conseqüências. E esse tipo de coisa, falar sobre pecado, constrange e acaba afastando as pessoas de dentro das igrejas. E sem elas não conseguiremos executar os nossos planos e atingir as nossas metas de crescimento.
Errou ao não evidenciar e orientar sobre o “Ministério Profético de Dança” e suas funções! E sem esse ministério importantíssimo, como é que poderíamos atrair as pessoas para os “shows gospel” proporcionando as vendas de Cds, camisas, bonés, fitas adesivas e outras quinquilharias? Está nessa falta de orientação uma prova da falta de capacidade de avaliação e fé para com a igreja do futuro. Ele não foi capaz de projetar isso para aquelas igrejas.
Errou ainda por evidenciar a possibilidade de alguém pregar outro evangelho! Esse erro é considerado hoje com um dos mais grotescos do Apóstolo Paulo. Como os espertalhões farão para enganar os desatentos ou aqueles que desejam as práticas carnais participando de uma igreja, se não for com um evangelho falso, com fábulas, visões e outras coisas que cativem as pessoas?
Também errou ao cantar um hino(no cárcere), ao invés de cantar uma coisa qualquer que servisse para sacudir os ossos e animar a galera na hora do “momento de louvor”. Perdeu o seu tempo enquanto poderia deixar algo para os jovens, além de orientar mal os jovens, impedindo-os de aproveitar a sua sexualidade, normal entre os jovens. Disse um monte de bobagens sem entender nada sobre psicologia e necessidades natas do ser humano.
Parece que faltou visão ao Apóstolo Paulo para que visse além do seu tempo! Além das suas convicções pessoais e que deixasse de ser presunçoso, com uma mente fechada e retrógrada!
O cara (Apóstolo Paulo) não orientou direito a Timóteo para que ele fizesse um projeto de crescimento da igreja para que alcançasse os dez mil membros. Que animasse as mulheres para que assumissem o pastorado de uma igreja e que deixassem os gregos praticarem seus costumes de ensinar os meninos, recebendo deles o pagamento que estavam acostumados a receber como mestres, que era o “carinho” dos meninos.
E o que tinha esse Paulo com a vida sexual do camarada que dormia com a sua madrasta? Preconceituoso demais!!!! Ele foi meter-se numa situação que não tem nada a ver com a igreja por ser um problema do lar e do pai com a madrasta. Ele queria se meter em tudo.
Convencido e inconveniente esse que se dizia ser Apóstolo!
E nem era tanta coisa assim porque não conseguia nem prosperar. Não tinha nem uma carruagem e quando não conseguia algumas esmolas tinha de trabalhar.
Já naquela época ele era deixado de lado. Por que iríamos dar crédito ao que ele escreveu? Só porque está na Bíblia?
Qualquer um poderia escrever e arrumar um jeito de fazer constar na Bíblia naquela época. E ele escreveu umas cartinhas medíocres para amedrontar algumas igrejas e aqueles que não conheciam o poder da mente e a força do pensamento positivo, coitados!
E aquelas igrejinhas (talvez já cantassem felizes “somos um pequeno povo mui feliz…”) sem saber dos excelentes métodos de crescimento de igrejas, pobres gente infelizes, ficavam esperando que as pessoas aparecessem do nada, apenas com o testemunho ridículo quando eram jogados às feras ou queimadas vivas.
Para que tanto sacrifício se poderiam viver muito mais tranqüilas e crescerem através de uma boa estratégia de marketing e "tomando posse do que era deles" porque "eram príncipes e princesas", "cabeças e jamais caudas"?!
Talvez seja por isso que alguns se dizem e são considerados apóstolos em algumas igrejas enormes; para corrigir tamanho equívoco provocado pela displicência do Apóstolo Paulo. Consideram, por certo, que o tal Apóstolo verdadeiramente caiu do cavalo pouco antes de morrer porque estava tonto com tantas exortações sem sentido.

Ainda há muitos erros que podem ser apontados por aqueles que querem acabar com a Igreja e serem usados pelo inimigo da Igreja para que a Igreja deixe de cumprir o propósito pelo qual existe.
Se a liderança da Igreja que você é membro está pensando assim é hora de agir e mostrar o erro enquanto é tempo. Reúna-se com outros membros para conversar e agir, senão vocês experimentarão o que significa “um abismo chama outro abismo!”
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário