28 fevereiro 2013

Pastor da Assembléia é decapitado em frente a templo na Tanzânia

A Missão International Christian Concern divulgou que um pastor da Assembleia de Deus na Tanzânia foi morto segunda-feira durante um conflito entre cristãos e extremistas islâmicos.  O pastor Mathayo Kachili foi decapitado por uma multidão de extremistas que invadiu a igreja.

Segundo Denis Stephano, comandante da polícia local, as tensões entre muçulmanos e cristãos na cidade de Buseresere, estavam aumentando nos últimos dias.

Testemunhas disseram que os problemas começaram quando alguns cristãos abriram  açougues na área. Os líderes muçulmanos exigiram o fechamento imediato desses açougues, mas não foram ouvidos.

Enquanto alguns cristãos entregavam carne numa Assembleia de Deus, foram atacados por uma gangue de jovens muçulmanos “armados com facões, facas e pedaços de madeira” agrediram os cristãos, disse a Christian Concern.

Quando o pastor Kachili(foto abaixo, já morto), ouviu o que ocorria, saiu da igreja para intervir. Ele foi agredido e  decapitado em frente ao templo.
  Poucos minutos depois, vários cristãos que residem na área correram para o local e começou uma briga generalizada. De acordo com a imprensa local, os muçulmanos fugiram e se esconderam em uma mesquita antes que a polícia chegasse. Um dos agressores ficou gravemente ferido, foi levado para um hospital, mas acabou morrendo mais tarde. A polícia não prendeu ninguém.

Diretor da Christian Concern da África, William Stark, disse: “Os ataques violentos contra os cristãos estão crescendo na África Oriental. Semana passada, dois pastores foram atacados no Quênia por extremistas islâmicos ligados ao grupo radical Al-Shabab. O aumento de ataques em países de maioria cristã mostra que os muçulmanos não tem medo de represálias… Se ignorada, a propagação do Islã radical na África Oriental poderá fazer com que a região se torne outra Nigéria ou Mali, onde cristãos são perseguidos e mortos às centenas.”

Pastor Kachili deixa esposa e filhos que dependiam de seu salário para viver. O International Christian Concern disse que prestará apoio e pede orações pela família.
Fonte AQUI

Comentário de Wáldson: Essa atrocidade aconteceu ás 9hs da manhã do dia 16/02/13.
Os crentes em Jesus, foram atacados por um grupo de muçulmanos radicais que destruíu o templo e matou o Pr. por decapitação.
É triste saber que muitos irmãos nossos, estão sendo aniquilados por causa de sua fé no Senhor Jesus Cristo.
É ver que, enquanto estes, tais como os mártires antigos, morrem sem abrir mão de sua fé, temos aqui no Brasil crentes tão indiferentes ao Evangelho e muito mais indiferentes á sua prática de vida. Crentes que não vivem o Evangelho e consequentemente dão muita tristeza aqueles que de fato querem servir a Jesus em verdade.
O nosso país é abençoado porque não existe perseguição a crentes em Jesus. E se nós pudéssemos saber na verdade o que isso significa, não estaríamos tão mornos, quanto estamos em relação á pregação do Evangelho.
O que vemos no Brasil é crentes serem 'astros e estrelas' na mídia.
Queria ver se estes mesmos, iriam querer deixar seu conforto, seus muitos milhões, seus jatinhos e grandes empresas leia-se igrejas, para irem fazer o IDE de Jesus.
Claro que os tais não iriam mesmo!!!
Servir a Jesus no Brasil, com muito dinheiro, com casas luxuosas, avião particular, igrejas grandes que rendem muito dinheiro, comprar roupas em boutiques famosas, usar perfumes importados(comprados com o dinheiro dos fiéis), passeioss num grande Cruzeiro pelas praias brasileiras, ter carros importados(e blindados), seguranças e dizer que está 'trabalhando para Jesus', é uma hipocrisia sem tamanho.
Pois é, estou falando dos 'pastores e cantores astros de jesus'(com 'd' minúsculo mesmo), que estão sempre na mídia, explorando o povo.
Essa gente, nunca soube e nem saberá o que é dar a vida por amor ao Evangelho, como aconteceu com esse pastor.
Precisamos de gente que renuncie a tudo quanto tem.
Onde eles estão?
Quando virão?
Quem se disporá a renunciar a tudo?
Creio que vou esperar por essa resposta por longos anos.
Com tristeza na alma,
Viva vencendo!!!
Seu irmão menor.          

2 comentários:

  1. Muito triste, choro ao ler esta materia. Mas lembro da historia da igreja, quando Estevao morre a igreja tava acomodada, com a morte dele ela desperta e cresce,a morte desses irmaos trouxe um carater unificador para igreja.Acho que no Brasil estamos acomodados demais.

    ResponderExcluir
  2. graça e paz em Cristo Jesus,é triste ver pessoas serem mortas com requintes de crueldade, como foi este pastor, é reconfortante saber que ele se entregou por amor a Cristo, e Cristo ja lhe garantiu uma coroa no céu, mas tambem é indgnante, ver alguns crentes frajutos como temos no brasil, movidos a poder de dinheiro, e o pior,arrastam multidões que não estão dando ouvidos a doutrina Deus, vivem uma vida como rei e rainha, e ainda atribuem a Deus a imundicia de vida que levam, isso é que me indígna mais,sinceramente não sei o que será da igreja futura,olha meu irmão sempre tenho dito as pessoas, conheçam a história da igreja os martires de Cristo e voces veram a difrença entre,o evangelho que produz o amor fraternal, produz a renuncia e o arrependimento,a chamada porta estreita, do evangelho que estamos vivendo hoje, meu Deus! que saudade da igreja humilde prestativa que se incomodava com a necessidade do outro, as irmãs se vestiam adequadamente, com pudor e modestia, os irmãos respeitavam os pastores,a igreja levitava no momento da oração e dos louvores, não sei quanto tempo mais temos, mas queria que fosse agora, DEus sabe, nós aguardamos.

    ResponderExcluir