29 maio 2013


Cristão é detido na Indonésia por pregar para muçulmanos

Cristão é detido na Indonésia por pregar para muçulmanos

Terça-feira (14), Andy * um obreiro cristão em Sumatra, Indonésia, foi detido por 24 horas, pela polícia da província de Aceh, sob a acusação de propagar falsos ensinamentos entre os muçulmanos. O advogado de Andy levou a situação a um oficial cristão da mesma província que conseguiu sua soltura, porém, as acusações só seriam retiradas sob a condição de que ele deixasse a cidade. Por razões de segurança, Andy transferiu-se de Aceh. A organização missionária com a qual ele está vinculado o ajudou nesse processo.
A região onde Andy trabalhava é conhecida por ser a base de um movimento de independência da província, que quer romper relações com a Indonésia. Embora a influência da ideologia tenha diminuído, ainda existem fragmentos do movimento. A Sharia (lei islâmica) é rigorosamente aplicada em Aceh; por isso, a evangelização e a conversão ao cristianismo é legalmente punível.

*Nome alterado para a segurança do cristão.
45ª nação na Classificação de países por perseguição, na Indonésia a Constituição reconhece a liberdade religiosa e o governo geralmente a respeita. Com a maior população islâmica do mundo, as autoridades se veem obrigadas a atender aos desejos das entidades e líderes islâmicos.
Portas Abertas Internacional
TraduçãoAna Luíza Vastag

Nenhum comentário:

Postar um comentário