18 maio 2013

Testemunhas acusam AfroReggae de tentar incriminar Pr. Marcos Pereira

Gravação escondida revela a verdade sobre a prisão do Pr. Marcos Pereira

Preso desde o último dia 07 sob acusação de estupro o pastor Marcos Pereira, líder da Assembleia de Deus dos Últimos Dias (ADUD) permanece na penitenciária de Bangu 2, no Complexo de Gericinó. A igreja acusa o líder do AfroReggae, José Júnior, de forjar acusações e de comprar testemunhas para incriminar o pastor.
Através das redes sociais da igreja foi divulgado um vídeo com o que seria uma conversa, grampeada, entre Márcio Nascimento, membro da igreja do pastor Marcos, e Rogério Menezes, funcionário do AfroReggae e ex-pastor da ADUD. Na gravação, postada pelo canal da igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias no Youtube, Rogério teria pedido para Márcio fazer acusações contra o pastor.
No diálogo funcionários do AfroReggae tentam convencer Márcio que sua esposa e filha foram estupradas pelo pastor e que ele devia denunciá-lo a polícia. Eles chegam a oferecer casa e emprego para o fiel para que ele testemunhe contra Marcos Pereira.
As acusações de abuso sexual foram feitas no mesmo tempo que o líder do AfroReggae, José Junior, acusava o religioso de ter ligações com o crime organizado do Rio de Janeiro.

Veja o video: 



Gospelprime/ADUDTube


Nenhum comentário:

Postar um comentário