23 junho 2013


Da droga para a lama: imagens chocantes mostram a destruição física de viciados

Depois de algum tempo, os cabelos já não são os mesmos. O rosto perde a cor. As bochechas somem. Os dentes caem.  A pele ganha manchas, olheiras, rugas, machucados. Os olhos perdem completamente o brilho.
Esses são os efeitos físicos mais visíveis causados pela uso de drogas pesadas, incluindo cocaína, heroína e metanfetamina – como você pode ver nas chocantes imagens abaixo.
As fotos à esquerda mostram viciados em drogas ao serem presos pela primeira vez. As da direita revelam as mesmas pessoas algum tempo depois, durante a segunda, terceira ou quarta passagem pela cadeia. As imagens foram organizadas pelo gabinete do xerife do Condado de Multnomah, no Estado de Oregon, nos Estados Unidos, com o objetivo de alertar a população para os efeitos reais das drogas.
E são apenas os efeitos físicos. Imaginem os efeitos psicológicos. Assustador, não?!


 
Fotos com diferença de 7 anos
viciado-drogas3
Diferença de 3 anos
viciado-drogas4
Diferença de 3 anos
viciado-drogas5
Diferença de 4 anos
viciado-drogas6
Diferença de 2 anos
viciado-drogas7
Diferença de 4 anos
 

viciado-drogas8
Diferença de 7 anos
viciado-drogas9
Diferença de 6 meses
viciado-drogas10
Diferença de 4 anos
viciado-drogas11
Diferença de 11 anos
viciado-drogas12
Diferença de 8 meses
viciado-drogas14
Diferença de 1,5 anos
viciado-drogas16
Diferença de 2,5 anos
viciado-drogas17
Diferença de 1 ano
viciado-drogas18
Diferença de 3 meses

 Veja, 01/06/13

Comentário de Wáldson: Lembrando Lennon: "“As drogas me deram asas para voar… Mas me tiraram o céu.” (John Lennon) Fico triste ao ver o fundo do poço a que essas pessoas chegaram.  Imagem e semelhança de Deus, estão se autodestruindo dia após dia.

Estão desfiguradas, degradadas, sem auto estima, sem esperança, sem saúde nem alegria. São escravos de suas mentes que se submeteram ao 'voo livre' falso das drogas e agora não conseguem se reerguerem.

Nós, precisamos fazer alguma coisa!! Nós como comunidade evangélica, nós, como indivíduos saudáveis  e com equilibrio racional, temos que nos mexer...

Atualmente dispomos de diversas modalidades informativas para o público em geral… Basta olhar para o lado! No meio social… Sempre há alguém cuja doença é o vício, seja o álcool ou demais drogas lícitas (medicamentos) ou ilícitas(fruto do tráfico), sempre há quando não um parente, mas um conhecido, amigo ou mendigos e usuários que vivem nas ruas que exemplifiquem de forma clara todos os malefícios das drogas… Creio que quase a totalidade de usuários conhece sim os efeitos e riscos (exceção às crianças, silvícolas e demais povos isolados)… Todos temos livre arbítrio e cada qual os seus motivos para fazer o que quer que seja… Importante é continuarmos divulgando para os que estão em fase de formação, numa tentativa de apagar esse incêndio… E, apoiarmos quem consegue se desvencilhar do vício. 
Não julgar ou criticar, assim como não julgamos quem tem câncer ou outra doença… E para quem justifica que as demais doenças não são escolhidas, ao contrário das drogas, desafio a pensar bem… Escolhemos tudo nessa vida!!! Agradeço aos meus pais, aos meus professores e aos livros que lí adolescente e que levaram-me a refletir sobre álcool e demais drogas… Que os pais gastem mais com livros e dialoguem mais… E que os professores ponham em suas extensas listas de conteúdo textos sobre drogas… E para quem não tem casa, pais, professores, livros e tão pouco sabem ler, apelamos a Deus e seus  santos(nós crentes)… E ao governo. 

Façamos algo enquanto podemos. Preguemos a Palavra, mas também procuremos lhes ajudar a saírem desse 'poço' social, moral e espiritual.

Abraços.
Vivam vencendo!!!
Seu irmão menor.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário