19 julho 2013

“Dinheiro da Droga faz parte da Economia Mundial”, admite representante da CNI

http://1.bp.blogspot.com/-cZ_7oUU0by0/UdhTRXpPOVI/AAAAAAAANRg/z_2SGWEMZoY/s1600/drugmoney-450x210.jpg

Em uma edição de seu programa Desde a Sombra, o jornalista Daniel Estulin entrevista Eloi Echanove, do Departamento do Centro Nacional de Inteligência (CNI). Durante a entrevista, Estulin pergunta a Echavone sobre a relação entre o negócio da droga, os bancos que lavam o dinheiro que se origina neste negócio e os governos, que quase sempre trabalham em conjunto com as outras duas máfias para gerar quase US $ 1.000 milhões por ano em vendas. Grande parte desse dinheiro, se não todo, é injetado na economia global através do sistema bancário que diretamente se beneficia com o fluxo de dinheiro da venda de droga. Esta mesma atividade e a que os governos dizem querer eliminar, mas na realidade, tanto os governos como o sistema bancário apoiam.

Veja esse vídeo(ative a legenda para seu idioma):


Alguns dos bancos que foram envolvidos em lavagem de dinheiro da droga incluem HSBC, Wachovia, Citi, ING e Santander. De acordo com Estulin, o tempo que leva para que o dinheiro da droga entre na economia global (8 meses), e o mesmo tempo que levou os “Tigres Asiáticos” a colapsar após que o Talibã assumiu o controle das plantações de ópio do Afeganistão. Esses oito meses também foi o mesmo tempo que levou Wall Street a ficar sem dinheiro depois que a venda de uma grande quantidade de ópio do Afeganistão foi eliminado.

Veja o segundo vídeo(ative a legenda para seu idioma):


cidadealtaaldeia.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário