23 julho 2013

 Cantor Talles e nova polêmica: sem 'din-din', não canta


 O cantor Thalles Roberto se tornou alvo de nova polêmica devido ao cancelamento de uma apresentação que seria realizada na cidade de União dos Palmares, em Alagoas.
Na última quinta-feira, 18 de julho, o cantor se recusou a subir ao palco de um evento devido ao não cumprimento de cláusulas do contrato acertado entre as partes. De acordo com o site Holofote, o cantor teria recebido R$ 42 mil de adiantamento, de um total de R$ 65 mil reais, além dos R$ 15 mil necessários para o deslocamento da equipe de produção do cantor.
Uma chuva torrencial atingia a cidade no horário do evento, e antes dos organizadores anunciarem o cancelamento do show, foi dito ao público que alguns problemas técnicos estavam sendo resolvidos para que o cantor pudesse se apresentar.
Pouco tempo depois, perante a impaciência do público, um dos responsáveis pelo evento anunciou que a apresentação de Thalles havia sido cancelada. Identificado como pastor Ivonélio Abraão, o homem afirmou que do total de R$ 80 mil (R$ 65 mil de cachê e R$ 15 mil de transporte), R$ 42 mil haviam sido adiantados para o cantor.
Outro ponto ressaltado por Abraão foi que devido às chuvas, o público que compareceu ao evento ficou abaixo do esperado. A expectativa era que até 20 mil pessoas comparecessem, mas teriam ido ao local em torno de 500 pessoas.
Após revelar esses detalhes ao público, o pastor fez uma oração e parte dos admiradores do cantor passaram a chamá-lo de mercenário. Algumas das pessoas que haviam comprado ingressos para a apresentação de Thalles Roberto, se dirigiram para o hotel onde ele estava hospedado e protestaram em frente ao local.

Assista a um vídeo das explicações do pastor Abraão:




O outro lado

Nas redes sociais, antes do anúncio do cancelamento da apresentação, o cantor havia publicado uma mensagem dizendo que já estava em União dos Palmares, e que apesar da chuva, o show seria realizado: “Acabo de chegar em União dos Palmares, a chuva cai sem dó! É água d+ igreja! Mais a pressão vai rolar, nem que seja nadando!”.
Após a definição de que o show não aconteceria, Thalles publicou em suas redes sociais que daria explicações sobre o cancelamento: “Não pudemos realizar o show em União dos Palmares. Toda equipe e banda na cidade e eu também! Amanhã nota…”.
Twitter thalles roberto
Conforme prometido, o cantor divulgou uma nota oficial explicando os motivos de sua recusa em se apresentar na cidade de União dos Palmares. No texto, o cantor explica que “por descumprimento de cláusulas contratuais por parte do contratante” o evento não pôde ser realizado.
Thalles ainda menciona que “mesmo diante de todas as irregularidades contratatuais” ele e sua equipe “viajaram para o local, acreditando que ainda seria possível remediar a situação”, mas diante da impossibilidade, foi necessário optar pelo cancelamento.

Veja a íntegra da nota:
É com profundo pesar que viemos a público dar mais informações acerca do cancelamento da apresentação do cantor Thalles Roberto, que deveria ter sido realizada ontem, dia 18/7, em UNIÃO DOS PALMARES (AL). O evento contratado pelo Sr. Ivonélio Abraão não foi realizado por descumprimento de cláusulas contratuais por parte do contratante .
Salientamos que, mesmo diante de todas as irregularidades contratuais que já vinham sendo observadas pela produção do cantor – havia algumas semanas – Thalles e sua equipe viajaram para o local, acreditando que ainda seria possível remediar a situação. No entanto, ao chegarem na cidade, a produção se deparou com um cenário de dívidas e cobranças impossível de ser resolvido. Já passava das 22h, quando fornecedores e empresas prestadoras de serviços de áudio, iluminação, segurança e hotel ainda reclamavam por falta de pagamento. Nem mesmo o transporte entre União dos Palmares (AL) e Maceió (AL) havia sido pago e de última hora precisou ser bancado pela produção de Thalles Roberto.
Pedimos desculpas pelo ocorrido e solicitamos a todos que adquiriram ingressos, que procurem os locais de venda a fim de obterem mais informações acerca da devolução do dinheiro.
O artista e sua produção lamentam profundamente o cancelamento do show e esperam em breve poder retornar a cidade.
Folha.uol.com.br

Comentário de Wáldson: Nâo posso dizer que fiquei feliz com o que aconteceu, mas digo que essa foi uma boa lição para estes crentes "caçadores de talentos gospeis", que têm coragem de arrancar R$100.000 para fazer um show.
É impressionante como há gente tão estúpida a esse ponto!!!!
Esta situação está cada vez mais nojenta. Por isso continuo afirmando que necessitamos urgentemente fazer uma distinção muito clara entre igreja e movimento gospel. Este é um movimento artístico como outros similares que tem seus astros e fãs. O astro interpreta seu personagem, buscando alegrar e dar prazer ao fã, (passeio de limusine, boneco pessoal, e outros artigos marqueteiros) com uma pitada de misticismo “cristico”. O fã vai ao delírio, externando o ídolo ou a idolatria do coração. Igreja: Esta é composta daqueles que foram “chamados para fora”, desafiados a deixar o “mundo” com seus atrativos, não mais viver conforme a “fôrma” proposta pelo sistema. Rm 12:1,2; Ef. 4:17-32, 1ª Co. 6:9-12. Igreja é composta de discípulos, seguidores e imitadores do Mestre, por Ele comprados, lavados, remidos no sangue precioso, derramado no calvário. Cristo não tem fã, tem servos! Igreja não precisa de holofotes, pois tem a Luz! No coração do discípulo só pode haver lugar para um: Cristo!
Abraços.
Vivam vencendo o "gospel"
Seu irmão menor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário