21 dezembro 2013

Mandamentos Bíblicos Contra a Adoração Como os Pagãos


Exortação Para Uma Total Separação do Mal


"Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao SENHOR, escolhei hoje a quem sirvais; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao SENHOR.". [Josué 24:15]. 
"Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom." [Mateus 6:24]. 
"Não te inclinarás diante dos seus deuses, nem os servirás, nem farás conforme às suas obras; antes os destruirás totalmente, e quebrarás de todo as suas estátuas." [Êxodo 23:24]. 
"... se servires aos seus deuses, certamente isso será um laço para ti." [Êxodo 23:33].
"E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; E não toqueis nada imundo, E eu vos receberei; e eu serei para vós Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso." [2 Coríntios 6:15-18].
 Em todas as Escrituras, Deus adverte seu povo a não servir aos falsos deuses estrangeiros nem copiar suas "obras". Entretanto, geração após geração de judeus no Velho Testamento achou o sistema idólatra de adoração das nações pagãs circunvizinhas absolutamente irresistível. Ao ler o Velho Testamento, você encontra Deus advertindo seu povo repetidas vezes a não seguir a religião, as tradições e as práticas das nações adoradoras de Satanás circunvizinhas a Israel.
No entanto, vez após vez, Israel se recusou a obedecer às advertências de Deus e mergulhou fundo na adoração pagã de seus vizinhos. Esse paganismo penetrou até mesmo nos círculos internos do governo, sob a liderança de maus reis e rainhas e, no Templo, por meio dos sacerdotes idólatras. Em numerosas ocasiões, Deus levantou reis justos que imediatamente iniciavam uma limpeza física no templo, no sacerdócio e dos judeus seguidores de Baal, o demônio-deus favorito daquela época. Deus deixou registrado nas Escrituras esses tempos de reforma e restauração para nós. Portanto, vamos examinar algumas passagens onde Deus ordenou uma remoção total da adoração a Baal.

"Mas os seus altares derrubareis, e as suas estátuas quebrareis, e os seus bosques cortareis." [Êxodo 34:13].
"E tiraram as estátuas da casa de Baal, e as queimaram." [2 Reis 10:26].
"Porque tirou os altares dos deuses estranhos, e os altos; e quebrou as imagens, e cortou os bosques." [2 Crônicas 14.3].
"E acabando tudo isto, todos os israelitas que ali se achavam saíram às cidades de Judá e quebraram as estátuas, cortaram os bosques, e derrubaram os altos e altares por toda Judá e Benjamim, como também em Efraim e Manassés, até que tudo destruíram." [2 Crônicas 31:1].
"E quebrará as estátuas de Bete-Semes, que está na terra do Egito; e as casas dos deuses do Egito queimará a fogo." [Jeremias 43:13].
"Israel é uma vide estéril que dá fruto para si mesmo; conforme a abundância do seu fruto, multiplicou também os altares; conforme a bondade da sua terra, assim, fizeram boas as estátuas." [Oséias 10:1].

Um dos obeliscos da gravura é o obelisco de Heliópolis, que tem entalhes intrincados


No último verso, vemos que, quando Deus permitiu que Israel se tornasse próspero financeiramente e seus cidadãos se tornassem abastados, a nação descambou ainda mais na adoração pagã. Parece que as riquezas e um padrão elevado de vida são um laço espiritual, porque as pessoas sentem menos necessidade de Deus e são levadas por suas próprias lascívias às religiões pagãs que promovem essas lascívias. Obviamente, um paralelo direto pode ser trazido para o mundo ocidental hoje, porque estamos quase tão pagãos quanto Israel estava durante o tempo dos julgamentos de Deus no Velho Testamento, e temos obeliscos por toda a parte!

O cristianismo começou a ser corrompido pelo mesmo tipo de paganismo durante o reinado de Constantino. Esse rei deu início à prática de combinar a doutrina, arte e objetos cristãos com os do paganismo. Esse processo é chamado "sincretização". Embora Constantino tenha iniciado a prática, a Igreja Católica Romana é que a aperfeiçoou! Como você pode ver na gravura a seguir, há um obelisco na praça da Basílica de São Pedro! Os papas católicos acreditaram erroneamente que podiam "cristianizar" um objeto satânico de adoração orando sobre ele e/ou ungindo-o com "óleo santo", tornando assim o objeto aceitável para o uso cristão.

  
Observe atentamente este obelisco e verá que ele está erigido no meio de uma roda dos oito etapas para a iluminação satânica! No Satanismo, o obelisco é o símbolo do falo masculino, enquanto o círculo representa a vulva feminina. Lembre-se, o paganismo é definido como a adoração à criatura em lugar do Criador [Romanos 1:25], e a criação mais fácil de adorar é o sexo. Sempre que os satanistas queriam representar o Grande Ato Sexual, simplesmente colocavam o falo do obelisco dentro da vulva do círculo.

Uma das maiores ironias de todos os tempos é que a Igreja Católica Romana tem esse símbolo satânico do Grande Ato Sexual erigido na Praça da Basílica de São Pedro desde o século VII, de onde o papa pode contemplá-lo diariamente — apesar de o Vaticano requerer o celibato de seus sacerdotes!

Nos últimos 1.400 anos, a Igreja Católica Romana tem conduzido a civilização ocidental pela estrada vil da sincretização, onde material satânico foi misturado com material cristão. O resultado é uma mistura podre que Jesus Cristo sempre rejeitará! Muitas pessoas despertarão diante do Grande Trono Branco do Julgamento e descobrirão, tarde demais, que Jesus não aprova nem um tiquinho essa mescla do paganismo com o verdadeiro cristianismo.

Esse é o assunto para o qual nos voltamos agora; quando compreendermos os fundamentos pagãos de muitos de nossos feriados, então acharemos mais fácil recusar a participação em feriados que têm origem no satanismo. Você também descobrirá por que certos eventos ocorrerem da forma como têm ocorrido, de modo que poderá aprofundar sua busca para cumprir a orientação de Jesus de que devemos ser "prudentes como as serpentes e inofensivos como as pombas" [Mateus 10:16].

Continuaremos amanhã...

Deus te abençoe.

Viva vencendo as inúmeras idolatrias!!!

Seu irmão menor.







Nenhum comentário:

Postar um comentário