09 dezembro 2013

O Kit Gay já chegou às escolas privadas



[Imagem: qwkrDs7.jpg]


[Imagem: DaxCRrX.jpg]


[Imagem: AtAOc5G.jpg]


[Imagem: DxoN5R1.jpg]


 O livro didático “Menino Brinca de Boneca?” citado acima foi adotado 
 pelo Ministério da Educação como referência para alfabetização de
 nossas crianças (até 6 anos de idade) e já está sendo utilizado em 
 algumas escolas particulares em São Paulo existindo ainda a orientação
 do Governo Federal para que seja expandido para todo o Brasil.


 Caso seus filhos tenham este exemplar em suas mochilas, fiquem atentos
 pois certamente estão recebendo carga de informações estimulando o
 homossexualismo em suas cabeças.


 Foram tiradas algumas fotografias de páginas do livro “Menino Brinca de
 Boneca?” para concretizar as colocações citadas.


 Prefácio: Escrito pela senadora Martha Suplicy (PT-SP), a mesma critica 
 a relacionamento familiar baseado nas convicções dos pais e é direta ao
 abordar o assunto “livro infantil dedicado para mudança da sexualidade
 das crianças".


 Página 16: As palavras “vulva”e “pênis” são expostas como se o assunto
 “sexo” fosse algo totalmente natural entre crianças de 6 anos nas escolas.


 Contra-Capa: Frei Betto é incisivo ao dizer que a obra criada estimula o
 público infantil à decidir-se por si só sobre sua sexualidade e coloca os
 filhos contra os pais.

[Imagem: Ybe4MZY.jpg]


[Imagem: UG6TSru.jpg]


[Imagem: u82tfRb.jpg]


 O livro didático “Porta Aberta” de Geografia e História, voltado para o  público do primeiro ano, ou seja, alfabetização das crianças (CA) também é gritante quanto ao estímulo ao homossexualismo.


 Página 73: A lição mostra uma brincadeira intitulada de “Gavião", na  qual um homem adulto agarra uma criança, ambos nús, orientando   que os meninos e meninas brinquem daquela maneira com seus amigos.
 Uma clara afronta que estimula a pedofilia


 Página 225: Um jogo da memória formando famílias de pais  homossexuais é ensinado para o público infanto-juvenil.


 Além das mensagens diretas, em ambos, é nitidamente fácil  constatar as mensagens subliminares envolvendo o homossexualismo  e pedofilia, que são exploradas durante as tarefas ensinadas.


 A sanha dos ativistas homossexuais, que desde o início mentem e   dizem que o kit-gay não seria para o público infantil é desmascarada  e vem tomando as escolas privadas primárias do Brasil. É isso que  queremos para nossos filhos?


http://www.familiabolsonaro.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário