31 janeiro 2014

ENCARANDO O PROBLEMA!!


Que todas as pessoas têm problemas não é novidade para você. O diferencial é a forma como cada uma encara as tribulações. Isto é determinante para indicar qual direção a nossa vida irá tomar: de derrota ou de vitória. Essa questão é muito séria! Muitas pessoas, ao enfrentar adversidades, retrocedem.

Dependendo da situação, são empurradas para trás ou são neutralizadas quando aos seus objetivos e propósitos, ficam impedidas de prosseguir. Se um destes é o seu caso, está na hora de mudar sua maneira de pensar e agir. Caso contrário, as lutas tomarão grandes proporçãoes, e seu progresso rumo ao objetivo desejado será interrompido. 

Na Bíblia, vemos vários exemplos de homens e mulheres de Deus que enfrentaram grandes adversidades. Contudo, com fé e persistência, foram capazes de superar os obstáculos, seguir em frente, e obter grandes vitórias. O rei Davi, por exemplo, enfrentou grandes batalhas espirituais e militares, foi perseguido durante dez anos por Saul, viveu como peregrino no território inimigo, quase foi apedrejado por seus próprios soldados por ocasião do saque de Ziclague e deparou-se com inúmeras crises e perdas pessoais e familiares. mas nunca fugiu dos problemas. Sempre encarou o dia mau. 

Após seu adultério com Bate-Seba, Davi, para encobrir seu pecado, que resultou na gravidez dela, primeiro mandou vir Urias, marido de Bate-Seba, a fim de que se deitasse com a esposa e pensasse que o filho era dele. depois, não obtendo sucesso em sua empreitada, Davi ordenou que colocassem Urias na linha de frente de batalha, a fim de que este fosse morto em combate. assim,passado algum tempo, o rei tomaria aquela mulher e ninguém suspeitaria de pecado deles. No entanto, Deus não permitiu que o adultério e o homicídio cometido por Davi ficassem encoberto e impunes. 

O Senhor ordenou que o profeta Natã fosse ao palácio e avisasse Davi quanto ás consequências de sua impiedade: dali por diante, a espada nunca mais se apartaria da casa e o filho gerado por Davi em Bate-Seba morreria.

 Pare por um momento e tente lembrar-se de uma pessoa do seu convívio que não enfrente problemas. É bastante provável que nenhum nome tenha vindo á sua mente. Isto porque, em maior ou menor intensidade, todos nós enfrentamos lutas. As adversidades fazem parte da vida do ser humano.É impossível não passarmos por tribulações. Ao aceitarmos Jesus como Salvador e Senhor de nossa vida não temos a garantia de vivermos num mar de rosas, de estarmos constantemente sorrindo, imunes ao desemprego, as doenças, as tribulações, as dificuldades financeiras, aos conflitos familiares e conjugais.
  O próprio Cristo, quando esteve nesta terra, ressaltou: No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo (João 16.33). O Messias conhecia de perto as lutas. Ele, mesmo sendo santo, perfeito, imaculado, por Sua condição humana, enfrentava pelejas em Seu cotidiano. Jesus foi perseguido, insultado, caluniado, maltratado, preso, chicoteado, julgado e condenado á morte de cruz, a pior sentença na época. Então, se Ele, o Filho de Deus, enfrentou tantas provas, como nós não enfrentaremos? Não há como fugir! Quer outro exemplo? O apóstolo Paulo. Lutas não faltavam em sua vida.
  Temente ao Senhor, seguidor dos Seus ensinamentos, obediente ao chamado divino, ele encarou inúmeras infortúnios. Atente para seu relato:

(2 Coríntios 11.23-27)."São ministros de Cristo? (falo como fora de mim) Eu ainda mais: em trabalhos, muito  mais; em açoites, mais do que eles; em prisões, muito mais, em perigo de morte, muitas vezes. recebi dos judeus cinco quarentenas de açoites menos um; em viagens, muitas vezes; em perigo de rios, em perigo de salteadores, em perigos dos da minha nação, em perigos dos gentios, em perigos na cidade, em perigos no deserto, em perigos no mar, em perigos entre os falsos irmãos; em trabalhos e fadiga, em vigílias, muitas vezes, em fome e sede, em jejum, muitas vezes, em frio e nudez".
O que concluímos a partir desses exemplos? Que, para o cristão, principal questão não é o problema, mas como vivenciá-lo e vencê-lo. temos Cristo a nosso favor, logo não podemos ficar paralisados diante das adversidades. Precisamos crer que Ele tem o melhor para nós e, momento certo, irá conduzir-nos á solução, á vitória.
  Basta acreditarmos e termos as atitudes corretas em meio as tribulações. Então, com base na vida do rei Davi, aprendemos importantes lições para enfrentarmos os problemas e seguirmos em frente em nossa caminhada rumo á eternidade.

Pr. Silas  Malafaia

Nenhum comentário:

Postar um comentário