16 fevereiro 2014

Louvor e adoração?

Eu quero saber quem foi que inventou essa bendita expressão "louvor e adoração". Sim, porque desde que a criaram, ela vem causando uma tremenda confusão na cabeça dos crentes. Prefiro crer que não tenha sido essa a intenção do criador da expressão, mas ela torceu conceitos essenciais da vida cristã, o que pode estar impedindo muitos cristãos de crescerem espiritualmente. Pois é, a coisa é mesmo bem séria e precisa ser consertada o quanto antes!


Todo mundo já deve ter visto - e alguns até participado - dos tais "congressos de louvor e adoração". Eu nunca fui a nenhum, mas quem foi me diz que esses congressos são eventos onde os presentes vão discutir e aprender um pouco sobre o que é adorar a Deus, além de ver cantores famosos cantando e tudo mais. Ora, aprender sobre adoração é da maior importância pra Igreja. A Igreja existe, antes de mais nada, para adorar a Deus. Mas por que essa cisma de ligar louvor à adoração? Dá ideia de que a principal forma de adorar é louvando. Aliás, da ideia de que a única forma de adorar é louvando.

Infelizmente isso não é um exagero meu. Hoje em dia muita gente entende adorar apenas como levantar as mãos e cantar os hinos que o ministério de louvor está tocando no momento do culto, ou mesmo em casa, pelo DVD. Já está na mente delas que o conceito de adoração é essa coisa mística, litúrgica, que te leva a emoções extraordinárias, levadas pelas notas musicais bem escolhidas e bem executadas. Acaba que a vida de adoração dessas pessoas se limita a cantar.

Eu já fui membro do ministério de louvor da minha igreja, mas estou muito relutante quanto à ideia de voltar a tocar lá. Fiquei meio decepcionado com a música evangélica. Sei lá, pra mim já não faz tanto sentido esse tal de louvor. Não sei bem onde está o erro, muito menos de quem é a culpa, mas me parece que louvar já não é mais uma coisa tão relevante como era antigamente. Sim, eu sei que Deus habita no meio dos louvores do seu povo, mas quem disse que louvor é sinônimo de música? Louvar a Deus é dar elogios a ele, é enaltecer suas maravilhas, engrandecer suas qualidades, dar glória aos seus feitos. A música é apenas uma forma de fazer isso. Só que o que eu vejo são pessoas ouvindo e cantando músicas apenas para seu entretenimento e para satisfazer seus corações com as experiências emocionais que as músicas proporcionam. Louvor mesmo tem sido raro.




Louvar é uma forma de adorar. Apenas isso. Porque adorar é algo que vai muito além do que um conjunto de atos. Adoração, antes de ser uma prática, é um estilo de vida. O cristão adora a Deus com tudo o que ele é, tudo o que ele sente, tudo o que ele pensa, tudo o que ele fala, tudo o que ele faz. Adorar é ter fé em Deus. Adorar é ficar maravilhado com a natureza criada por Deus. Adorar é ser agradecido tanto pela salvação dada por Jesus quanto por mais um dia em que acordamos. Adorar é estar em oração sempre. Adorar é sentir aquele fogo no peito que arde tanto, a ponto de explodir em palavras que dizem "Deus, como eu te amo!". Adorar é cantar músicas que dão glórias a Deus. Adorar é pregar o Evangelho. Adorar é amar seu esposo ou sua esposa e educar bem seus filhos. Adorar é dar o pão a quem tem fome e ajudar a esse a ter um uma vida mais digna. Adorar é escolher evitar o pecado. Adorar é imitar a Jesus.

E por falar em imitar a Jesus, ele deu uma grande mostra do que é adorar a Deus quando estava fazendo sua oração sacerdotal no Getsêmani, quando disse:
"Eu te glorificarei na terra, completando a obra que me deste para fazer." João 17:4

Quer adorar a Deus? Então coloque-se debaixo da vontade dele e faça aquilo que ele te ordenou fazer. A vida cristã não é uma vida de descanso, está muito longe de ser. Nossa vida aqui na Terra é uma vida de trabalho e suor, de mãos calejadas e respiração ofegante, empregando todas as nossas forças na obra do Reino de Deus. Dedique sua vida em cumprir a missão que Deus te deu. Tenha fé de que ele vai estar com você em todas as batalhas que essa dedicação vai trazer. Colha os frutos e siga trabalhando. E não deixe de louvar o Deus que é seu Pai e Senhor. Isso é adorar a Deus.
Daqui a pouco (ou se é que já não está acontecendo) vamos a um evento desses assim como uma pessoa vai a um show de cantor secular: vai vazio e volta vazio!
E como já disse, louvor e adoração a Deus se dá através das nossas vidas no altar, ou seja, na Presença de Deus e com santidade!
Temos o hábito de chamar o ministério de música como “Ministério de Louvor e Adoração”. Na verdade, colocamos juntos essas duas palavras, como que sendo um nome e um sobrenome.

Raramente paramos para pensar nas diferenças complementares entre elas. Assim, vejamos as definições:
Louvar – lit. “Barulho” – elogiar, gabar, exaltar, enaltecer, glorificar, aprovar, aplaudir, bendizer. i. Heb. “halal” – 160 vezes no Antigo Testamento – fonte de “hallellujah”, que pode ser traduzido por “Louvado seja Yah” (Yah como abreviação de Yaweh – aquele que faz as coisas serem”)Referências: Ed. 3:10 –11; 2 Sm 6.

Adorar – lit. “Prostrar-se” – reverenciar, venerar, amar extremosamente, idolatrar, ter grande predileção a, cultuar, curvar-se, cair com o rosto em terra, render-se.i. Heb. “shachac” – 170 vezes no Antigo Testamento – denota prostrar-se diante de autoridades, mostrando significado cultural (Davi X Saul; Rute X Boaz; José X feixes...) É usado como forma comum de se chegar diante de Deus em adoração (Jr. 7:2).ii. Gr. “proskuneo” – pros (na direção de) + kuneo (beijar)Referências: Gn 22:5; 24:26, 48; Ex 4:31, 12:27, 34:8; Js 5:14; 2 Cr 29: 29-30; Ne 8:6; Jô 1:20; Sl 95:6, 132:7; Mt 2:2, 11; Mc 15:19; Jô 4:22-24; Fp 3:3; Ap 5:14, 7:11, 11:16, 14:7, 15:4, 19:4, 10, 22:8-9.

Veja um Paralelo entre LOUVOR e ADORAÇÃO:
 
LOUVOR: Motivado na alma por um impulso de receber do Senhor.
ADORAÇÃO: Motivado no espírito por um impulso de dar ao Senhor
LOUVOR: Pode ser comunitário ADORAÇÃO: É individual
LOUVOR: Brota das emoções ADORAÇÃO: Brota da devoção
LOUVOR: Pelos feitos de Deus ADORAÇÃO: Pelo que Deus é
LOUVOR: Pelos presentes de Deus ADORAÇÃO: Pela presença de Deus
LOUVOR: É uma expressão de vida ADORAÇÃO: É um estilo de vida
LOUVOR: É circunstancial ADORAÇÃO: É incondicional
LOUVOR: Aprecia os feitos de Deus ADORAÇÃO: Vive para Deus
LOUVOR: Pode ser distante ADORAÇÃO: Só ocorre na presença
LOUVOR: É mais exuberante, enérgico, movimentado, barulhento, com mais palavras


ADORAÇÃO: É mais sóbrio, com menos movimentos, menos palavras, inclinando-se a cânticos espirituais e silêncio.

Não devemos nos equivocar que é mais espiritual adorar, pois o que aprendemos é que ambos se complementam. Assim, devemos ter a liberdade de louvar com expressões espontâneas, enérgicas ao mesmo tempo de adorar com cânticos mais contemplativos.


Na verdade, a Bíblia nos indica que existem várias expressões de louvor e de adoração, tais como através da oração, cânticos, confissão, ofertório, artes em geral, pregação, ceia, batismo e do próprio exercício do ministério.


Não importa o exterior, sejam palmas, mãos levantadas ou  prostrando-se. Deus olha o coração, pois diz a Palavra  'que um coração contrito Deus  não desprezará'.


Abraços.
Vivam vencendo!!!
Seu irmão menor.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário