12 fevereiro 2014

Mulher é ordenada padre nos Estados Unidos

A ex-freira carmelita Rosemarie Smead, de 70 anos, foi ordenada como sacerdote no último sábado na cidade de Louisville, no Kentucky, Estados Unidos. Ela é uma das 150 mulheres de um grupo dissidente da igreja Católica Apostólica Romana que não quer esperar a igreja permitir a ordenação de mulheres.

  • igreja catolica, bispo, padre, ordenação feminina, mulher, sacerdócio
    (Foto: Reuters/John Sommes II)
    Rosemarie Smead, ex-freira carmelita de 70 anos, foi ordenada 'padre' em Louisville, Kentucky, Estados Unidos
Em entrevista à Reuters antes da cerimônia de ordenação, Rosemarie afirmou que não está preocupada se será excomungada ou não. Para ela, os bispos da era medieval controlavam as pessoas para manter as vozes das mulheres em silêncio. “Estou muito além de deixar os homens octogenários a nos dizerem como deveremos viver nossas vidas”, disse ela.

O arcebispo de Louisville Joseph E. Kurtz reiterou a afirmação do último papa Bento XVI sobre a proibição da ordenação de mulheres e chamou a cerimônia de “ordenação simulada”.
“A simulação de um sacramento carrega sérias sanções penais na lei da igreja e os católicos não deveriam apoiar ou participar [da cerimônia]”, afirmou o religioso.

A igreja Católica condena o sacerdócio de mulheres por afirmar que Jesus Cristo apenas ordenou homens como seus apóstolos e que não irá tolerar a desobediência de clérigos a respeito de ensinamentos fundamentais da igreja.

Por outro lado, os defensores do sacerdócio feminino afirmam que Maria Madalena foi discípula de Jesus e que na igreja primitiva havia mulheres ocupando lugares de sacerdotes, diáconos e bispos.
Christianpost.

Abraços.
Vivam vencendo!!!
Seu irmão menor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário