05 fevereiro 2014

O sábado e a questão do fogo


Êxodo 16 sim… 
Êxodo 35 não… 

Nem Bíblia… 
Nem Ellen White.

Antes de qualquer coisa, gostaríamos de deixar claro (pela milionésima vez…), que não somos contra nenhuma pessoa que decidiu abraçar a fé adventista; nem muito menos contra todos os adventistas fiéis pelo mundo afora…

Somos contra certos dogmas da doutrina adventista. Até porque, a IASD, assim como várias outras denominações, também tem bons ensinamentos.

Agora, voltemos ao texto:

Êxodo 35:3  diz: “Não acendereis fogo em nenhuma das vossas moradas no dia de sábado”

Esta é mais uma, das varias passagens Bíblicas sobre o sábado, que é inteiramente ignorada pelos nossos amigos da IASD.

Os líderes adventistas ensinam aos seus membros que no dia de sábado; diversas tarefas, trabalhos e negócios não podem ser realizados. Para isso, lançam mão de muitas passagens Bíblicas como a que, por exemplo, diz que não se pode cozinhar (Êxodo 16: 23). 

Quando perguntamos a qualquer adventista o porquê de não cozinhar no sábado, eles geralmente citam Êxodo 16:23 como base.  Mas por quê seguem Êxodo 16:23, e ignoram completamente Êxodo 35:3?  Se o contexto é o mesmo, ou seja, as tarefas que são proibidas no sábado; e elas estão escritas no mesmo livro… Então por que uma coisa é seguida e outra é ignorada? 

Sim, prezado leitor; por causa dela mesma:  A Sra. Ellen G. White. 

É nos seus livros que os ASD buscam a compreensão “alternativa” para vários textos bíblicos como estes…

A auto intitulada “mensageira do Senhor”, afirma em seus livros que o alimento pode ser aquecido no sábado (Testemunhos Seletos vol. 3 pg. 23 e 24); só que neste ponto,  Ellen White contraria a própria Bíblia, pois em êxodo 35:3, diz claramente para não acender fogo em casa:

“Não acendereis fogo em nenhuma das vossas moradas no dia de sábado”   

Seguem Êxodo 16:23 – Mas desobedecem Êxodo 35:3?!

EGW condena o ato de cozinhar no sábado com base no livro de Êxodo cap. 16 verso 23; mas no mesmo livro, onde está a reprovação para o cozimento; está a proibição para o acender fogo em casa neste dia. Ignorando completamente essa passagem, Ellen White diz que se pode esquentar a comida no sábado! É realmente intrigante…

Aliás; o que é mais intrigante ainda, é que os fieis da IASD, não seguem nem mesmo a orientação de EGW, pois ela diz que no sábado somente se deve esquentar a comida, em dias frios, e ou, no tempo frio: Vejam suas declarações (grifos nossos):

“Embora deva a gente abster-se de cozinhar aos sábados, não é necessário ingerir a comida fria. Em dias frios, convém aquecer o alimento preparado no dia anterior”.Testemunhos seletos vol. 3 pg. 23 e 24

“Deve-se evitar cozinhar no sábado; não é por isso necessário comer frio. No tempo frio, a comida preparada no dia anterior deve ser aquecida”.   A ciência do bom viver- pg. 307

Ellen White vivia nos Estados Unidos, um país de um modo geral, bem mais frio que o Brasil; e os adventistas brasileiros, num país tropical, esquentam seu almoço no sábado, até mesmo no verão; desobedecendo frontalmente a sua “profetisa/mensageira”.

Tempos atrás, quando questionado sobre esse assunto, um líder adventista respondeu que no tempo dos israelitas, fazer fogo dava muito trabalho e hoje basta apenas clicar um botão, ou riscar um fósforo. Sua justificativa foi exatamente essa:

“Quão trabalhoso era naquela época de Israel, acender um fogo; alguém tinha que sair do arraial, buscar a lenha, cortar a lenha e preparar o fogo. 

Hoje se resume tudo isso, num simples clicar em um botão com acendedor elétrico ou mesmo riscar um palito de fósforo… Então leve isso em consideração nos seus comentários…”

Então perguntamos – como foi replicado ao tal líder na ocasião:

- Então quer dizer que a tecnologia avançada através dos tempos anula a profanação e essa deixa de ser?  Então é assim? Ao clicar um botão fazemos fogo… 

Então a partir de quantos botões esse simples trabalho se torna profanação?

Dois botões?  Três?  Sete?   Oito? Dez botões e uma alavanca? Treze botões, duas alavancas, mais um pedal? Em que ponto começa a profanação e quem decide sobre ela?

- E também quer dizer então, que uma pessoa pobre, que mora no interior e só tem um velho fogão à lenha, no sábado não pode fazer fogo, pois terá de buscar, carregar, cortar lenha, e acender o fogo…    Se ele fizer isso, mesmo que seja “em dias frios” ou ainda numa “necessidade extrema”; incorrera na condenação.  Mas quem tem fogão automático a gás, elétrico, ou microondas pode…

Pois não dá trabalho… Apenas aperta um botão, então não profana o sábado?! Quem tem condições e tecnologia, pode fazer seu fogo e comer comida quentinha; mas quem não tem, come frio, pois fazer fogo à moda antiga dá trabalho e seria profanação… 

(Misericórdia meu Deus; quanta incoerência!)

E já que o fato é simplesmente apertar botões; posso então no sábado lavar uma camisa? Posso ou não posso? 

Antigamente lavar roupa dava o maior trabalho… Hoje, é só jogar a camisa na máquina e apertar um botão, algo tão fácil quanto riscar um fósforo… A máquina sozinha enche de água, lava, centrifuga, seca e desliga. 



“Não, isso não pode!” 

Mas a questão não é só de alguns “botões”?   

Por que clicar um botão ou riscar um fósforo para fazer fogo (o que a Bíblia proíbe) pode… 

Mas não pode jogar a camisa na máquina e clicar um botão? 

E agora senhores adventistas? 

Outra questão sem resposta é: 

- Se Ellen White disse para esquentar a comida, somente em dias frios e ou no tempo frio, o que se classificaria como dia frio?  

Para uns, 20° seria considerado dia frio para poder esquentar sua comida; mas outros diriam que já com 22º é frio e então podem acender o fogo…

Outros até diriam que mesmo com 29º o tempo é frio e podem esquentar o almoço. Para um brasileiro nordestino, talvez 30° já seja considerado frio, mas para um morador da Serra no sul do país, 30º não é frio de jeito nenhum! 

Por Cristo! Quanta variação não é mesmo? Bom, a verdade é que os nossos amigos adventistas não estão nem aí para isso; ignoram a orientação de sua “mensageira”; fazem fogo e comem seu almoço quente, estejam congelando no frio ou suando no calor…

A essa altura alguns leitores adventistas já podem estar se perguntando: 

“Esse pessoal do Blog está sendo muito extremista!”
“Estão exagerando…” 

“Isso não passa de mais um absurdo ataque dos revoltados que odeiam a santa igreja!”

Acontece que, se o amigo adventista acredita em Ellen White, deveria de preocupar com isso sim, afinal, ela declarou que a salvação eterna está vinculada à guarda do sábado (Testemunhos. Seletos vol 3 pg 23). 

Se a ordem é para esquentar comida no sábado somente em tempo frio ou dias frios; quem esquenta sua comida em tempo “não-frio”, profana o sábado e incorre na “perdição eterna” oras… 

Se os amigos adventistas não tomam café, chá preto, não dançam, não nadam no sábado, não jogam bola no sábado, e milhares de outras coisas absurdas… E seguem outras incontáveis orientações dela; então por que não seguem uma orientação que evita a profanação da guarda do sábado, e coloca supostamente a salvação eterna em jogo?

Prezado amigo adventista que esta lendo este artigo; talvez você nunca tenha tido conhecimento sobre esse assunto ou ao menos atentado sobre esse ponto. 

Mas se você é um adventista sério e assinou seu certificado de batismo considerando Ellen White como “espírito de profecia”; crendo que tudo que ela escreveu é correto, “divinamente inspirado”, servindo de “correção para toda a igreja”, assim como é ensinado em seus livros… 

Preste bastante atenção, pois o problema levantado nesse artigo é grave; diríamos até gravíssimo:  
            
- A “profanação” está ocorrendo todos os sábados quando vocês fazem fogo! (Ex. 35:3) 

Observe bem: 

- É o vosso tão especial “selo” que está sendo pisado! 

- Se você já estudou seus livros e acredita em tudo que Ellen White escreveu sobre o sábado; por que esse ponto; justamente esse ponto, você ignora? 

- Será que só essa pequena parte especificando sobre o fogo em “dias frios” e ou “tempo frio” não foi inspirada?

Ou os nossos queridos irmãos ASD admitem que vossa “mensageira” está sendo completamente ignorada nesse sentido? 

Como já dissemos anteriormente; isso realmente é intrigante: 

- Quando é para defender a guarda do sábado, muitos dos amigos adventistas citam um número enorme de escritos de Ellen White…

Mas quando o assunto é o fogo… 

Essa parte é ignorada: Ignorar a “luz” não seria rejeitá-la? 

- Quando questionados sobre as razões da guarda do sábado; muitos adventistas também citam diversas passagens Bíblicas… Mas de maneira quase que inacreditável; ignoram totalmente Êxodo 35:3.


- A Bíblia é específica e não diz que o fogo pode ser aceso para esse ou para aquele fim… Produzir fogo em casa – de modo geral, qualquer que seja o motivo – era sumariamente proibido!   
Outra alegação dos sabatistas é:

“Ah, mas comer comida fria faz mal para saúde, foi provado por estudos científicos e blá, blá, blá...”  

Pode até ser; mas quando os estudos científicos dizem que o café contêm propriedades muito benéficas para o nosso organismo e que certas carnes – consideradas “imundas” pelos adventistas – fazem bem, e ainda outros estudos científicos que desmentem várias outras crendices sem fundamento na IASD… 

Daí, a ciência é simplesmente ignorada! Ou seja: quando a ciência diz aquilo que está de acordo com a religião, isso é frisado e aclamado os quatro cantos da terra; mas quando a ciência desmente certas crenças… 

“Ah… É invenção humana”, “erro de pesquisa”, ou até mesmo “satanás agindo na ciência” (Como já ouvimos incontáveis vezes). 

E quando a ciência proporciona algo bem mais confortável, saboroso e conveniente e um “certo ensinamento” religioso parece meio “difícil de engolir”, então ignora-se até as orientações “inspiradas” do céu. Afinal de contas comer comida fria é “muito radical” não? (Mas não é o pessoal do Blog que é “radical” demais?) 

E finalizando esta linha de raciocínio; será que esquentar comida é realmente necessário? É indispensável? 

Por qual motivo será que nomeiam os vários tipos de trabalhadores braçais de “bóias-frias”? 

Eles por acaso tem menos disposição que os adventistas? Eles são menos saudáveis? 

E veja que eles “comem frio” todos os dias… 

Infelizmente não dá para evitar e temos que repetir mais uma vez:             É realmente intrigante…

Os nossos amigos ASD exaltam a questão do sétimo dia às alturas do inquestionável, do indiscutível e o seu nível de crença nesse dogma é tamanho; que até mesmo o colocaram no próprio nome da igreja:

Igreja Adventista do sétimo dia! 

Não é “igreja adventista de Jesus” ou “igreja adventista de Deus” ou ainda “igreja adventista dos dez mandamentos”; é igreja do sétimo dia; ou seja, do sábado. 

O nome é Igreja Adventista do sábado! 

Mas independente de toda essa ideologia extrema; vemos claramente nesta questão, justo nessa questão; que a Srª White contraria a Bíblia – em nome da conveniência e do conforto – e os nossos amigos ASD “não estão nem aí” nem para ela; nem para as Escrituras:
- Não seguem o que Ellen White manda… Muito menos a Bíblia.

Talvez eles no fundo, no fundo; entendam que o sábado era apenas uma sombra…

Um fardo que Jesus carregou para todos nós e cravou para sempre na Cruz…   

E que Deus tenha Misericórdia.

Blog&Décio

Nenhum comentário:

Postar um comentário