04 março 2014

EROTIZAÇÃO INFANTIL: BRASIL CAMINHANDO PARA LEGALIZAÇÃO DA PEDOFILIA - ACORDE POVO DE DEUS



O programa "Mulher Vitoriosa" apresentado por Elizete Malafaia recebeu a Dra. e Pra. Damares Alves para um entrevista muito importante e necessária a todos os pais e por que não dizer a todos os crentes em Jesus?

Damares Alves é  assessora jurídica da Frente Parlamentar da Família no Congresso Nacional, que representa deputados federais e senadores evangélicos e católicos. O tema do programa é "Políticas públicas que fazem apologia a erotização infantil e prostituição".


Segundo Damares, essas políticas fazem parte de uma teoria mundial de desconstrução da família.



Damares Alves é assessora jurídica e seu trabalho consiste em fiscalizar e acompanhar as ações das políticas públicas. Ela é funcionária do Congresso há 14 anos, possui mestrado em Educação e é pastora da Igreja Quadrangular.



Veja com muita atenção e carinho o vídeo:




Existe uma mobilização mundial que quer a liberação do sexo com crianças a partir dos 8 anos de idade.

Comentário de Wáldson: Essa mentalidade para que haja uma abertura para a pedofilia livre(sem crime), é uma das plataformas do governo da Nova Ordem Mundial que vem por aí e que terá por fim, o seu lider máximo, o "homem do pecado, o filho da perdição... a esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira. E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da Verdade para se salvarem"(2o.Ts.2:3b,9,10), que será o Anti-cristo.

A pedofilia já é liberada em alguns países, onde, o adulto pode, sem consentimento da criança, fazer sexo com ela.

Mas veja isso que encontrei:

Em que os Pedófilos Acreditam?

Vejam o que eles mesmos dizem:

NOSSO CREDO

Cremos que todo adulto e criança tem o direito de decidir por si sua própria orientação sexual.

Cremos que todo indivíduo ou grupo que condena o homossexualismo como errado ou pecaminoso é culpado de intolerância.

Cremos que toda criança tem o direito a aulas de educação sexual livres de discriminação e sem interferência dos pais… e o direito de cumprir seu destino de acordo com sua orientação sexual.

Definimos orientação sexual como toda e qualquer inclinação ou impulso que a natureza dá a uma pessoa [então isso significa que também devemos reconhecer os impulsos dos que querem sexo com animais?].

Rejeitamos a noção de que qualquer conduta ou ato praticado em particular entre adultos ou crianças que consentem é antinatural e anormal.

Reivindicamos que o homossexualismo seja reconhecido como um estilo de vida alternativo igual em todos os aspectos aos estilos de vida tradicionais.

Reivindicamos ações judiciais, legislativas e executivas para proteger nossa orientação e preferência sexual.

Condenamos todos os grupos — religiosos ou não — que pregam a intolerância e a discriminação sexual.

Condenamos os pais mal informados que impõem em seus filhos preconceitos contra o homossexualismo.

Declaramos que nada é mais elevado do que a própria pessoa decidir seus próprios valores morais e éticos e que deus criou o homem supremo.



Defendemos o direito dos ateus, anarquistas e agnósticos de viver de acordo com seus valores e crenças.
Fonte: National Committee for Gay Civil Rights. 1984 Draft III internal review copy entitled “This is Our Creed” / Comitê Nacional para os Direitos Civis Gay. 1984 Projecto III revisão interna cópia intitulado "Este é o nosso credo".


Veja também o vídeo abaixo:



Luiz Mott(fundador do Grupo Gay da Bahia, com seu  museu erótico e estátua de bebê pelado



Atenção: Este vídeo, que foi originalmente produzido por Luiz Mott, tem conteúdo indecente e impróprio para menores de idade.



O homossexualismo tem, historicamente, o sentido de fixação de um homem no sexo de outro homem. Esse fato é comprovado por Luiz Mott, considerado o maior ativista homossexual do Brasil, que apresenta o museu erótico alisando uma estátua de bebê do sexo masculino. Mott, em matéria no Blog Julio Severo, é acusado de defender a pedofilia. Dá para duvidar, assistindo a esse vídeo produzido pelo próprio *Mott?

Em se falando do Sr. Mott, veja o que ele postou(um poema-????):

Meu Moleque Ideal

 "...Assim é como imagino meu moleque ideal: pode ser machudinho, parrudo, metido a bofe. Pode ser levemente efeminado, manhoso, delicado. Traço os dois! Tendo pica é o que basta: grossa ou fina, grande ou pequena, torta ou reta, tanto faz. Se tiver catinguinha no sovaco, uma delícia! Se for descarado na cama e no começo da transa quiser ch**** meu ******, melhor ainda. Sem pudor, sem tabu.


   
      Ah, meu menino lindo! Se você existir, se você algum dia me aparecer, que seja logo, pois quero estar ainda com tudo em cima e dar conta do recado, pois do jeito que quero te amar e que vamos fo***, vou precisar de muito mocotó ou viagra para dar conta do rojão..."

Fonte: http://br.oocities.com/luizmottbr/cronica6.html

             *O autor, Luiz Mott, tem 65 anos, fundou o Grupo Gay da Bahia e é o decano do movimento homossexual no Brasil. É professor de Antropologia aposentado da Universidade Federal da Bahia.         
    
    Em dezembro de 2007, o Presidente Lula concedeu a Luiz Mott a mais elevada condecoração do Ministério da Cultura, a Medalha de Comendador da Ordem do Mérito Cultural.
    
    O Presidente Fernando Henrique Cardoso condecorou Luiz Mott com a medalha de Comendador da Ordem do Rio Branco.
    

    Luiz Mott recebeu duas vezes o Prêmio Direitos Humanos, da Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República.


Todos nós, pais, avós, tios, educadores, igreja(gente responsável, claro) temos a obrigação de proteger nossas crianças e adolescentes. E denunciar se for o caso.

A pedofilia está se alastrando como uma erva daninha.

Acredita-se que o total de crianças e adolescentes abusados seja ainda mais elevado do que o número oficial, pois provavelmente a maioria nunca vem à tona.



Todo cuidado e atenção são bem vindos. Mas, ainda é pouco. Veja bem:

Em primeiro lugar é importante saber que o pedófilo normalmente não tem “cara de mau”, como a nossa revolta poderia fazer supor. Muitos são chefes de família que mantêm, tanto com os filhos como com a esposa, relações normais. Quem molesta crianças, não obrigatoriamente faz o mesmo com seus filhos. Por outro lado, em muitos casos, o molestador é o próprio pai, padrasto, padrinho, um tio ou até mesmo um primo mais velho - enfim pessoas em que todos confiam. Esse fato explica porque é tão difícil identificar o problema logo de início. Na maioria dos casos, a vítima conhece o pedófilo, que age de forma a que ela “pense” que o que está ocorrendo é normal. Por vezes, a própria criança acaba sentindo prazer nesses contatos, o que torna ainda mais remota a possibilidade de ajuda.

Os molestadores sexuais podem ser pessoas de qualquer nível social e cultural, com predominância do sexo masculino e que, em geral, começam a agir antes dos 30 anos. Verdade é que, realizado contra parentes ou não, esse tipo de indivíduo sente atração e prazer sexual com crianças.


A prevenção é fundamental, sobre a criança. Educação sexual atualmente é parte da formação integral da criança, e não pode ser ignorada por pais e educadores. Deve ser iniciada a partir do momento em que a criança pergunta qualquer coisa sobre sexualidade ou reprodução. As respostas devem ser objetivas e claras, e restringir-se ao que a criança indagou. Afinal, seja pela questão da pedofilia, seja pelo aumento da prostituição infantil e juvenil, pela promiscuidade, gravidez precoce ou pelo incremento de doenças sexualmente transmissíveis há motivos de sobra para se trabalhar conhecimentos e valores relacionados à sexualidade.

A igreja ocupa um papel importante nessa área. Precisamos deixar de lado os tabus e começar a falar, ensinando claramente sobre essa e outras questões, como homossexualismo, doenças sexualmente transmissíveis(DST),e orienta-los para que se afastem de toda e qualquer possibilidade de se envolver com isso.

Como em nossas igrejas temos muitas crianças e também muitos adolescentes, há de se ter uma forma de procurar informa-los da melhor forma, para que não haja nenhuma vítima futura de um 'predador'.

E por fim, o  que não poderia  deixar de falar: ao permitir aos seus filhos o uso da Internet (um dos meios que mais tem propiciado o crescimento da pedofilia e da prostituição infantil), estabeleça com os filhos, desde o início, as regras de uso. Seja claro em relação ao que pode e o que não pode ser acessado; explique também o “porque”; explique quais as responsabilidades que as crianças têm em relação ao benefício recebido, o uso permitido(quantas horas por dia), e o que decorrerá caso os acordos sejam rompidos. Às vezes é preciso prevenir para não ter que remediar.

Se o diálogo não for suficiente, procure por alguém de sua confiança e  instale no PC ou no notebook ou ainda no iphone e similares um programa que barre qualquer imagem,  conteúdo ou bate-papos que contenham ameaças.

Grande abraço.

Triste por saber que o diabo está investindo sua artilharia contra nossos pequenos, enquanto muitos de nós, não faz o mínimo para evitar isso.

Vivam vencendo as tramas de homens usados pelo maligno para destruir seus 'filhotes'!!!

Seu irmão menor.


Nenhum comentário:

Postar um comentário