30 março 2014

NO LAOS, FAMÍLIAS CRISTÃS SÃO INTIMADAS A ABANDONAR SUA FÉ EM JESUS

membros das familias cristas ameaçadas a abandonar a fe em Jesus-paquistao-1

Fiéis/cristãos laosianos da aldeia de Natahall, no distrito de Phin, dentro da província de Savannakhet (sul do Laos) estão lutando bravamente para defender o direito, constitucional garantido, de professar a fé cristã, assim como o direito de se manter proprietários de suas casas.

Como apurado pela agência de noticias Fides, oito famílias de confissão de fé cristã da aldeia, depois de uma série de intimidações e violências que já dura mais de 3 meses, fizeram um apelo aos responsáveis do Escritório para assuntos religiosos do distrito de Phin, mas até o momento não receberam resposta das sua reivindicações.

No dia 11 de março, o líder da aldeia, Amka com agentes da policia distrital, convocou as oito famílias cristãs. Os funcionários humilharam os cristãos, e os convidaram a abandonar a fé cristã, afirmando que este tipo de crença é uma “fé estrangeira, de americanos”.

O líder da aldeia preparou documentos para a transferência das oito famílias da aldeia, afirmando que “não há lugar para elas em Natahall”, mas os cristãos estão decididos a permanecer e não tem intenção de se transferirem.

Para força-los a se converter, o líder da aldeia declarou publicamente que os cristãos “seriam considerados responsáveis por qualquer morte ou evento adverso que vier acontecer entre os habitantes de Natahall”.

Com efeito desta medida, segundo os idosos da aldeia, professar uma fé diferente do culto animista indígena, viola costumes e crenças e pode ter efeitos nefastos.A ordem de despejo de despejo para as famílias cristãs é datada de 2 de dezembro/13.

As famílias decidiram não ceder e levar o caso à atenção provincial e nacional, afirmando seu direito, garantido pela Constituição, de professar uma fé segundo consciência, e a liberdade de culto para todos os cidadãos laosianos.
Em nota enviada à Fides, a ONG “Human Rights Watch for Lao Religious Freedom” (HRWLRF) exorta o governo laosiano a impor o respeito da liberdade religiosa, como previsto na Carta Constitucional e na Convenção internacional da ONU para direitos civis e políticos, ratificada pelo Laos em 2009.
membros das familias cristas ameaçadas a abandonar a fe em Jesus-paquistao

Onde o artigo 16 da Constituição confirma o direito de adotar uma fé de livre escolha, bem como o direito de um manifestar publicamente a religião. O texto condena qualquer forma de coerção da liberdade pessoal , incluindo a liberdade de fé.
Funcionários públicos locais em muitos distritos das várias províncias , muitas vezes ignorar esta disposição . Muitos casos foram registrados no ano passado das autoridades civis em Savannakhet e Borikhamsai Províncias ordenando cidadãos de fé cristã em várias aldeias a renunciar à sua fé ou correriam o risco de expulsão do distrito.

O cristianismo é uma religião minoritária no Laos. A Igreja Evangélica Lao , a Igreja Adventista do Sétimo Dia e da Igreja Católica Romana existe em Laos predominantemente budista, onde as crenças animistas são comuns entre todos os segmentos da população.

NOTA: A violência contra a igreja de Jesus Cristo é cometida de várias maneiras, neste caso através do desrespeito das leis locais para intimidação e forçar abandono da livre escolha de opção religiosa. – ORE pela igreja perseguida no país de Laos e em todo o mundo.

Portasabertas


Nenhum comentário:

Postar um comentário