31 outubro 2014

A ESPOSA ESPIRITUAL


Da mesma sorte as esposas sejam honestas, não maldizentes, sóbrias e fiéis em tudo. – I Timóteo 3:11
 
As mesmas qualificações são dadas para as esposas dos pastores e dos diáconos. A esposa do homem é uma parte muito importante de sua vida e ministério, e sua condição espiritual irá afetar significativamente o homem e sua obra. Esposas não espirituais, de pastores ou diáconos, podem poluir a condição espiritual de toda a congregação. Considere as quatro palavras que Paulo usa para descrever a esposa do pastor qualificado e a esposa do diácono:
 
AS ESPOSAS SEJAM HONESTAS
“Ele fala da combinação de gravidade e dignidade que convida a reverência dos outros” (W. E. Vine). A esposa do diácono deve ser o tipo de mulher cristã que vive sua vida com uma seriedade de propósito divino. Sua vida é o tipo que faz com que os outros a respeitem espiritualmente e moralmente. Isso não significa, é claro, que ela não tem senso de humor. Ele está se referindo a uma forma mentalidade séria, digna, maneira honesta de vida, não uma personalidade deprimida. Mulheres cheias do Espírito Santo têm muitos tipos de personalidades, mas uma coisa que todas elas têm em comum é a dignidade espiritual que faz com que os outros as olhem com respeito. A “gravidade” espiritual da esposa do pastor qualificado e da esposa do diácono faz com que outras mulheres aceitem o seu ensino (Tito 2:2-4) e busquem seu conselho. É muito importante para a saúde espiritual da congregação que mulheres como esta estejam por trás dos pastores e diáconos.
 
A ESPOSA NÃO DEVE SER UMA MALDIZENTE (caluniadora, fofoqueira, difamadora)

A palavra grega usada para “maldizente” (caluniadora, fofoqueira) como é traduzida em I Timóteo 3:11 é usada em outros lugares para o Diabo (διαβολος diabolôs, maldizente - usar a língua como o diabo, acusando, caluniando, fofocando)

A palavra significa “acusador”. Em Apocalipse 12:10, o Diabo é chamado de “o acusador de nossos irmãos”. Ele gosta de dizer coisas más sobre as pessoas com um objetivo malicioso de feri-las. Maldizer (na King James traduzida por slander, que é difamar) refere-se a fofocar, caluniar e a outros conversas dolorosas, especialmente aquela pessoa que é mentirosa e de espírito egoísta. Por favor, note que não é fofoca que as esposas de pastores e diáconos discutam o bem-estar espiritual das pessoas de uma maneira sincera de forma que ajuda possa ser dada a elas e assim outras pessoas possam ser protegidas contra possíveis danos. Fofocar e difamar envolve o engano, inverdade, e uma atitude prejudicial e proposital. Falar “a verdade em amor” não é fofoca (Ef. 4:15). Repreender ou reprovar as pessoas não é a fofoca (Rm. 15:14; Ef 5:11). Discutir e relatar problemas morais e espirituais não é fofoca (I Coríntios 1:11; 5:1). Todos estes são aspectos legítimos de uma vida e ministério espiritual. A calúnia, no entanto, é proibida. A esposa do diácono deve ser uma mulher que é especialmente cuidadosa com sua conversa e atitude para com as pessoas. Caso contrário, ela pode facilmente ferir sua igreja e arruinar o ministério de seu marido com a sua língua.

 A ESPOSA DEVE SER SÓBRIA

Ser “sóbria”, neste contexto, significa estar no controle da própria vida e mente com o objetivo de agradar a Deus e atender à Sua Vontade. Refere-se a alguém que não é controlado por más influências, como a pessoa embriagada é controlada pelo álcool. Isso também inclui muitas outras coisas: drogas (exceto para fins médicos apropriados); música não espiritual, como o rock and roll, música sertaneja, e as modernas músicas pop (incluindo também as músicas gospel, carnais, ritmadas ao sabor da  carne); programas de rádio ou de televisão prejudiciais, tais como as “novelas perversas e vãs” que em se estendem e se glorificam em mentiras, adultério, embriaguez, etc; “romances” modernos doentios, ou qualquer outra influência que conduzirá a mente de alguém para longe da comunhão consciente com Cristo e das coisas de um Deus santo. A Palavra de Deus exige que a esposa de um diácono deve estar em controle de si mesma; ser sóbria.
 
A ESPOSA DEVE SER FIEL EM TUDO

Em uma palavra, este é o padrão de Deus para a esposa de um oficial da igreja. Ela precisa ser uma mulher Cristã fiel em todos os aspectos da sua vida, em seu lar, em seu ministério na igreja, diante dos perdidos.

Pr. David Cloud

Nenhum comentário:

Postar um comentário