08 janeiro 2015

ATENTADO MATA DOZE PESSOAS EM PARIS - ATO TERRORISTA

 Size 460 16 9 paul paris
 
Pelo menos 12 pessoas foram mortas durante o ataque a tiro às instalações do jornal satírico francês Charlie Hebdo nesta quarta-feira em Paris. Os autores do ataque estão em fuga e está em curso uma operação policial para os deter.

Entre as vítimas estão o director da publicação, Stephane Charbonnier, conhecido como "Charb", e outros membros do grupo de fundadores, entre os quais Georges Wolinski e Jean Cabut, que assinava como "Cabu", segundo fontes policiais citadas pela imprensa local. Vários meios de comunicação relatam igualmente a morte do economista Bernard Maris, que colaborava com o jornal. A morte de dois agentes da polícia foi também confirmada pela procuradoria da capital francesa.

"Sinto-me muito mal. Mataram todos os meus amigos. É um massacre assustador. Há que não permitir que se instale o silêncio", afirmou aos microfones da rádio France Inter Philippe Val, que durante muitos anos foi director do Charlie Hebdo.

Para além dos 12 mortos há ainda 20 feridos, dos quais quatro em situação grave, revelou o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, que também referiu terem sido três os autores do ataque e não dois, como chegou a ser avançado. O ministro garantiu ainda a mobilização de "todos os meios do Estado" para "neutralizar os três criminosos na origem deste acto bárbaro".

Perto das 11h30 (10h30 em Lisboa) três homens armados começaram a disparar no interior da sede do jornal satírico Charlie Hebdo, que em 2011 foi alvo de um outro ataque. Segundo uma fonte citada pela AFP, os homens estavam “armados com uma Kalachnikov e um lança-rockets” e disparam perto de "50 tiros", de acordo com algumas testemunhas.

Os homens, com a cara coberta, entraram no edifício, localizado numa rua do centro de Paris, quando decorria a reunião semanal da equipa do jornal, contou o jornalista Benoit Bringer à rádio France Info. “Alguns minutos depois, ouvimos muitos tiros”, disse Bringer. 

"Matámos o Charlie Hebdo"

Um vídeo filmado por jornalistas que fugiram para o telhado do edifício mostra dois atacantes com capuzes, um deles dizendo: "Matámos o Charlie Hebdo. Vingámos o profeta Maomé."

Antes de fugirem, os homens trocaram tiros com alguns agentes da polícia, matando um deles à queima-roupa, segundo a France 24. Pouco depois, abandonaram o carro em que seguiam junto à Porta de Pantin, um subúrbio no Nordeste de Paris, onde atropelaram um peão, e continuam em fuga, de acordo com a polícia.

De acordo com um balanço feito ao final do dia pelo procurador de Paris, François Molins, entre as 12 vítimas estão oito jornalistas, dois polícias, um visitante da redacção e um funcionário da recepção do jornal.

O ataque coincidiu com a publicação da nova edição do Charlie Hebdo, que inclui um cartoon do director, Charb, que se revelou premonitório. "Ainda não houve atentados em França. Esperem. Temos até ao fim de Janeiro para apresentar os nossos desejos [de Ano Novo]."

"Um acto de bárbarie", diz Hollande
O Presidente francês, François Hollande, deslocou-se ao local do ataque, que qualificou como "um acto terrorista". "Um acto de uma barbárie excepcional foi cometido hoje em Paris sobre jornalistas", disse. "Vários atentados foram evitados" nos últimos tempos, acrescentou ainda o Presidente francês, sem entrar em pormenores.

Hollande convocou uma reunião de emergência no Palácio do Eliseu para a tarde e às 20h (19h em Lisboa) falou ao país, para decretar luto nacional. O nível de alerta de segurança VIgipirate foi elevado para o escalão máximo de "atentado terrorista" para toda a região parisiense. Segundo apurou o jornal Le Figaro, junto de fontes policiais, todas as redacções de órgãos de comunicação em Paris estão a ter protecção policial extra.

Os grupos empresariais Le Monde, Radio France e France Télévision ofereceram as suas instalações e meios à redacção sobrevivente do Charlie Hebdo para que "o jornal continue a viver", anunciaram em comunicado.

O primeiro-ministro, Manuel Valls, afirmou que cada francês está "horrorizado" com o ataque e que "a França foi atingida no seu coração".

A líder do partido de extrema-direita Frente Nacional, Marine Le Pen, dirigiu a sua condenação na direcção do "fundamentalismo islâmico". "Não se pode ter medo de usar as palavras: trata-se de um atentado terrorista cometido em nome do islamismo radical (...). Coloquem as questões certas e dêem respostas francas e claras", afirmou numa curta declaração.

WWW.publico.pt/mundo/noticia/tiroteio-em-paris-

Agora vejam quem são os terroristas/ religiosos muçulmanos:

*Os [muitos] Explodidores de Bombas nos Sapatos foram Muçulmanos
*Os
Snipers de Beltway (2002) foram Muçulmanos
*O Atirador de Fort Hood foi um Muçulmano
*Os [muitos] Explodidores de Bombas Debaixo das Roupas foram Muçulmanos
*Os Explodidores Suicidas do navio USS-Cole foram Muçulmanos
*Os Explodidores de Bombas do Trem de Madri foram Muçulmanos
*Os Explodidores de Bombas do Nightclub de Bali foram Muçulmanos
*O Explodidores de Bombas do Metrô de Londres foram Muçulmanos
*Os Atacantes de Teatro de Moscou foram Muçulmanos
*Os Explodidores de Bombas da Maratona de Boston foram Muçulmanos
*Os Explodidores de Bombas do voo #93 da Pan-Am foram Muçulmanos
*Os Sequestradores do Air France no Aeroporto de Entebbe (Uganda) foram Muçulmanos
*A Invasão e Sequestro da Embaixada Americana no Iran (1979) foram perpetrados por Muçulmanos
*Os Explodidores de Bombas da Embaixada Americana em Beirute foram Muçulmanos
*O Ataque à Embaixada Americana no Líbano foi perpetrado por Muçulmanos
*Os Suicidas Explodidores de Bombas de Buenos Aires foram Muçulmanos
*Os Atacantes da Equipe Olímpica de Israel foram Muçulmanos
*Os Explodidores de Bombas da Embaixada Americana no Quênia foram Muçulmanos
*Os Explodidores de Bombas da Torres Khobar, na Arábia Saudita, foram Muçulmanos
*Os Explodidores de Bombas das Quartel dos Marines em Beirute foram Muçulmanos
*Os Atacantes da Escola Russa Besian foram Muçulmanos
*Os Explodidores de Bombas do First World Trade Center foram Muçulmanos
*Os Atacantes de Bombay, Mumbai, Índia, foram Muçulmanos
*Os Sequestradores do Navio de Cruzeiro Achille Lauro foram Muçulmanos
*Os Assassinos do Shopping Mall de Nairobi, Kenya,foram Muçulmanos
*Os Sequestradores dos Aviões do Atentado de 11 de Setembro de 2001 foram Muçulmanos
*Os Sequestradores do Lindt Café, Sydney, Australia, foram Muçulmanos
*Os Assassinos das Crianças da Escola em Peshawar, Pakistan, foram Muçulmanos
*Hindus vivendo com Judeus = Nenhum Problema
*Baha'is vivendo com Judeus = Nenhum Problema
*Judeus vivendo com Ateístas = Nenhum Problema
*Sikhs vivendo com Hindus = Nenhum Problema
*Hindus vivendo com Baha'is = Nenhum Problema
*Cristãos vivendo com Judeus = Nenhum Problema
*Judeus vivendo com Budistas = Nenhum Problema
*Shintos vivendo com Ateístas = Nenhum Problema
*Budistas vivendo com Sikhs = Nenhum Problema
*Baha'is vivendo com Cristãos = Nenhum Problema
*Budistas vivendo com Shintos = Nenhum Problema
*Budistas vivendo com Hindus = Nenhum Problema
*Hindus vivendo com Cristãos = Nenhum Problema
*Ateístas vivendo com Budistas = Nenhum Problema
*Confucionistas vivendo com Hindus = Nenhum Problema
*Ateístas vivendo com Confucionistas = Nenhum Problema

*Muçulmanos vivendo com Judeus = Problemas [constantes atentados por muçulmanos, conflitos, mortes]
*Muçulmanos vivendo com Sikhs = Problemas [constantes atentados por muçulmanos, conflitos, mortes]
*Muçulmanos vivendo com Hindus = Problemas [constantes atentados por muçulmanos, conflitos, mortes]
*Muçulmanos vivendo com Baha'is = Problemas [constantes atentados por muçulmanos, conflitos, mortes]
*Muçulmanos vivendo com Shintos = Problemas [constantes atentados por muçulmanos, conflitos, mortes]
*Muçulmanos vivendo com Ateístas = Problemas [constantes atentados por muçulmanos, conflitos, mortes]
*Muçulmanos vivendo com Budistas = Problemas [constantes atentados por muçulmanos, conflitos, mortes]
*Muçulmanos vivendo com Cristãos = Problemas [constantes atentados por muçulmanos, conflitos, mortes]

*Eles, os muçulmanos, não estão felizes em Gaza [perseguem e matam os que não são muçulmanos, e uns aos outros]
*Eles, os muçulmanos, não estão felizes no Egito [perseguem e matam os que não são muçulmanos, e uns aos outros]
*Eles, os muçulmanos, não estão felizes na Líbia [perseguem e matam os que não são muçulmanos, e uns aos outros]
*Eles, os muçulmanos, não estão felizes no Iran [perseguem e matam os que não são muçulmanos, e uns aos outros]
*Eles, os muçulmanos, não estão felizes no Iraque [perseguem e matam os que não são muçulmanos, e uns aos outros]
*Eles, os muçulmanos, não estão felizes no Iêmen [perseguem e matam os que não são muçulmanos, e uns aos outros]
*Eles, os muçulmanos, não estão felizes no Paquistão [perseguem e matam os que não são muçulmanos, e uns aos outros]
*Eles, os muçulmanos, não estão felizes na Síria  [perseguem e matam os que não são muçulmanos, e uns aos outros]
*Eles, os muçulmanos, não estão felizes no Líbano [perseguem e matam os que não são muçulmanos, e uns aos outros]
*Eles, os muçulmanos, não estão felizes na Nigéria  [perseguem e matam os que não são muçulmanos, e uns aos outros]
*Eles, os muçulmanos, não estão felizes no Quênia [perseguem e matam os que não são muçulmanos, e uns aos outros]
*Eles, os muçulmanos, não estão felizes no Sudão [perseguem e matam os que não são muçulmanos, e uns aos outros]
*Eles, os muçulmanos, não estão felizes no Marrocos [perseguem e matam os que não são muçulmanos, e uns aos outros]
*Eles, os muçulmanos, não estão felizes no Afeganistão [perseguem e matam os que não são muçulmanos, e uns aos outros]

*Eles estão felizes na Austrália
*Eles estão felizes na Bélgica
*Eles estão felizes em França
*Eles estão felizes na Holanda
*Eles estão felizes na Itália
*Eles estão felizes na Alemanha
*Eles estão felizes na Espanha
*Eles estão felizes na Suécia
*Eles estão felizes na Dinamarca
*Eles estão felizes nos Estados Unidos & Canadá
*Eles estão felizes em Noruega & Índia
* Eles estão muito felizes na Inglaterra (Reino Unido) (montes de benefícios lhes são pagos pelo governo)
*Eles estão felizes em quase todo país que não seja Islâmico (Muçulmano)!

*E em quem eles põem a culpa [pelas perseguições e mesmo matanças de muçulmanos contra muçulmanos]? Não no Islam ... Não nas lideranças deles … Não em si mesmos … .

E eles querem mudar os países em que vivem felizes, para que se transformem em países muito semelhantes a aqueles de onde eles fugiram para longe porque lá não eram felizes !!!!

*Islamic Jihad: UMA ORGANIZAÇÃO TERRORISTA ISLÂMICA [MUÇULMANA]
*ISIS: UMA ORGANIZAÇÃO TERRORISTA ISLÂMICA [MUÇULMANA]
*Al-Qaeda: UMA ORGANIZAÇÃO TERRORISTA ISLÂMICA [MUÇULMANA]
*Taliban: UMA ORGANIZAÇÃO TERRORISTA ISLÂMICA [MUÇULMANA]
* Boko Haram: UMA ORGANIZAÇÃO TERRORISTA ISLÂMICA [MUÇULMANA]
*Al-Nusra: UMA ORGANIZAÇÃO TERRORISTA ISLÂMICA [MUÇULMANA]
*Abu Sayyaf: UMA ORGANIZAÇÃO TERRORISTA ISLÂMICA [MUÇULMANA]
*Al-Badr: UMA ORGANIZAÇÃO TERRORISTA ISLÂMICA [MUÇULMANA]
*Muslim Brotherhood [Irmandade Muçulmana]: UMA ORGANIZAÇÃO TERRORISTA ISLÂMICA [MUÇULMANA]
*Lashkar-e-Taiba: UMA ORGANIZAÇÃO TERRORISTA ISLÂMICA [MUÇULMANA]
*Ansaru: UMA ORGANIZAÇÃO TERRORISTA ISLÂMICA [MUÇULMANA]
*Jemaah Islamiyah: UMA ORGANIZAÇÃO TERRORISTA ISLÂMICA [MUÇULMANA]
*Abdullah Azzam Brigades: UMA ORGANIZAÇÃO TERRORISTA ISLÂMICA [MUÇULMANA]
*Al-Shabbab Somalia: UMA ORGANIZAÇÃO TERRORISTA ISLÂMICA [MUÇULMANA]
E MUITO MAIS !!!!!!

Autor desconhecido


P.S: [Eu amo todo e cada indivíduo e oro e desejo intensamente que seja salvo e se torne meu irmão em Cristo, ou, pelo menos, viva como meu pacífico vizinho. Mas não posso fechar os olhos para não ver o que tem sido feito pelos líderes das organizações terroristas do Islam.]

Nenhum comentário:

Postar um comentário