14 fevereiro 2016

TRINTA SINAIS INEGÁVEIS QUE INDICAM QUE JESUS BREVE VEM - PARTE FINAL


25. Versões Falsas da Bíblia

Existem hoje tantas versões da Bíblia, que até o cristão mais cético deve reconhecer que pelo menos algumas delas devem ser falsas. Historicamente, existem somente duas fontes de tradução da Bíblia: a de Alexandria e a de Antioquia. Somente uma Bíblia hoje está baseada exclusivamente nos manuscritos existentes de Antioquia. Essa Bíblia em inglês é a Versão Autorizada do Rei Jaime (KJV), de 1611. (NT: Em português, é a tradução de João Ferreira de Almeida, versão Corrigida e Fiel, publicada pela Sociedade Bíblica Trinitariana, ou a mesma tradução na versão Revista e Corrigida, da Sociedade Bíblica do Brasil).
Incrivelmente, todas as outras versões estão baseadas em alguns poucos manuscritos gregos que podem ser rastreados até Alexandria, no Egito. Isto aconteceu por meio da publicação, em 1881, de uma nova versão crítica, ou consolidada, do Novo Testamento em grego, que foi elaborada por dois eruditos ingleses, Wescott e Hort, e que recebeu o selo de aprovação pelo sistema de poder britânico. Infelizmente, tanto Wescott quanto Hort eram incrédulos e com uma forte inclinação para a teologia católica. Além disso, ambos estavam ativamente envolvidos com o espiritismo e o ocultismo. Portanto, sem qualquer surpresa, o Texto Crítico deles reflete suas idiossincrasias na interpretação da Bíblia. De várias formas sutis, o Texto Crítico minimiza a divindade de Jesus Cristo, o poder de Seu sangue, Seu status singular como o Filho de Deus, a verdadeira natureza da salvação, a ressurreição de Cristo, o nascimento virginal, e muito mais. Como resultado, todas as traduções modernas, como a Nova Versão Internacional, que estão baseadas no texto crítico de Wescott e Hort, são, no máximo, versões aguadas do verdadeiro evangelho.
A Bíblia inglesa na Versão Autorizada do Rei Jaime (King James Version), ou a Bíblia em português na tradução de João Ferreira de Almeida, na versão Corrigida e Fiel, ou na versão Revista e Corrigida, são as únicas que retêm e transmitem o verdadeiro poder da palavra de Deus. Muito provavelmente é por esta razão que Cristo, no livro do Apocalipse, elogia a igreja de Filadélfia (período de 1750-1900) por aderir firmemente à verdadeira palavra de Deus. A Bíblia diz que virá um tempo em que os homens não terão a Escritura em sua forma pura: "Eis que vêm dias, diz o SENHOR Deus, em que enviarei fome sobre a terra; não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do SENHOR." [Amós 8:11]. Essa fome está agora rondando o mundo.

26. O Movimento de Nova Era

A produção de traduções corruptas da Bíblia é parte de uma estratégia de longo prazo para destruir o cristianismo. Essa estratégia, que continua em ritmo veloz, está sendo orquestrada, em sua maior parte, pelos maçons e pelos ricos praticantes da religião de Babilônia. Muitos autores e pregadores cristãos nos últimos cem anos advertiram sobre a existência desse plano, mas seus alertas foram em grande parte ignorados. Alguns autores ocultistas confirmam descaradamente que o plano já está bem avançado. Por exemplo, em seu livro The Externalization of the Hierarchy, a muito influente teosofista Alice Bailey é muito explícita sobre a chegada de uma religião única e seu triunfo sobre o cristianismo.
A tragédia é que a maioria dos cristãos nascidos de novo não está ciente da magnitude e abrangência desse plano, do poder das trevas que está por trás dele, e da extensão em que ele já foi implementado. Meu trabalho de pesquisa intitulado "Eighteen New Age Lies — An Occult Attack on Christianity", entra em maiores detalhes sobre este assunto. Lembre-se, Satanás não quer saber em que você acredita, desde que você não creia em Cristo!
Saturando a mídia, a indústria do entretenimento, a imprensa e as editoras com ideias e imagens enraizadas na filosofia da Nova Era, os cérebros que estão por trás desse plano secreto estão induzindo cada vez mais os cristãos em todo o mundo a aceitarem crenças e práticas que são inconsistentes com suas convicções cristãs, ou até mesmo hostis a elas. Personalidades famosas na mídia, como Oprah Winfrey e Shirley MacLaine, estão sendo usadas para promover essas crenças de uma maneira muito sedutora. A maioria dos cristãos sabe que não deve e nem precisa consultar astrólogos, porém alguns buscam terapias terapêuticas como o Reiki. A maioria rejeita a Teosofia, mas pode olhar com simpatia para a filosofia da Nova Terra do autor Eckhart Tolle. De um modo geral, essa enganação tem sido tão bem empacotada que muitos cristãos nem mesmo suspeitam que eles são os alvos visados.
Por trás de sua camada exterior edulcorada, o movimento de Nova Era é um fermento venenoso, uma forma muito bem disfarçada de feitiçaria. Todo cristão verdadeiro deve evitar esse movimento como a praga.

27. Sacrifícios Satânicos

Poucos cristãos hoje estão preparados para reconhecer a realidade do satanismo, preferindo em vez disso considerá-lo uma mistura de rituais bizarros que têm pouco efeito no mundo em que vivemos. Mas, este é um erro enorme! Os satanistas exploram essa cegueira para sua própria vantagem. Eles sabem que, se os cristãos não reconhecerem esse mal terrível, não orarão para neutralizá-lo.
A magia negra existe há vários milênios. Em si mesma, ela não pode ser considerada um sinal do fim dos tempos. Mas, sua prática está crescendo como nunca antes. Ela é tão popular na América do Norte que as forças armadas dos EUA agora reconhecem a Igreja de Satanás como uma religião oficial, e permitem que seus seguidores realizem seus serviços nos recintos das bases militares, que são instalações do governo. Ex-satanistas confirmam que grupos satânicos operam em todas as principais cidades, procuram atrair novos membros e realizam rituais sinistros destinados a invocar e dar ordens aos demônios. Muitos imigrantes da América Central e da América do Sul estão trazendo suas próprias variedades de magia negra, como a Santeria cubana, o Obeá jamaicano e o Vodu haitiano. Frequentemente, os ritos praticados por esses grupos envolvem o sacrifício de animais. O mais sinistro de tudo, porém, são os sacrifícios humanos.
Poucos estão cientes que Satanás requer sacrifícios humanos regularmente. Sabemos pela Bíblia que o principado maligno conhecido como Moloque exige o sacrifício de crianças pequenas no fogo. Isto tem sido particularmente evidente no século 20, que testemunhou duas guerras muito cruéis, bem como atrocidades em larga escala, como a matança no Cambodja no anos 1970s e em Ruanda, nos anos 1990s. Todas elas foram orquestradas por um grupo pequeno de indivíduos muito poderosos, com vínculos com o ocultismo. Por exemplo, já no fim da Segunda Guerra Mundial, os bombardeios de cidades alemãs e japonesas com bombas incendiárias, não tinha objetivos militares, porém causaram as mortes dolorosas de milhões de crianças. Os praticantes de alto nível no ocultismo sabem que Satanás precisa ser apaziguado de tempos em tempos com sacrifícios em massa desse tipo, caso contrário descarrega sua ira sobre eles.
O aborto legalizado é outro modo de sacrificar crianças. Ele tem a vantagem de garantir a Satanás um contínuo fornecimento de vítimas.


Se você precisa de um exemplo de sacrifício humano atual, considere a cidade de Juarez, que está no lado mexicano da fronteira com o Texas. O cruel cartel de drogas mexicano é controlado por satanistas, que sacrificam regularmente mulheres jovens e virgens, entre 12 e 22 anos, para expandir seus poderes ocultistas. De acordo com a Anistia Internacional, os corpos de 370 mulheres jovens, vítimas de abusos e mutilações, foram encontrados nas proximidades de Juarez em um período de 12 anos, com outras 400 ainda não localizadas.
As autoridades policiais nos EUA e na Europa escondem há décadas os detalhes dos homicídios que são conhecidos como satânicos. Alguns dos incontáveis milhares de jovens adolescentes que desaparecem a cada ano são vítimas desse crime terrível.
Você se lembra como subitamente as civilizações pré-colombianas dos astecas, maias e incas desapareceram? Quando sacrifícios humanos são praticados em uma sociedade considerada civilizada, a total destruição dessa sociedade não pode estar muito distante.

28. Programação e Controle Mental

Grandes avanços foram feitos nos últimos 70 anos no desenvolvimento e aplicação da tecnologia do controle mental. Existe agora uma ampla variedade de drogas para invadir a arquitetura neural da personalidade de um indivíduo e permitir que dados alheios a ele sejam inseridos. Os produtos que estão sendo hoje anunciados pela indústria farmacêutica para modificar a função cerebral e a química neural são apenas uma fração daqueles que são conhecidos e que estão disponíveis para os cientistas. O efeito dessas drogas é grandemente aumentado pelas técnicas baseadas em trauma, para dividir e depois reconstruir a personalidade da vítima.
Há várias décadas que o governo dos EUA realiza secretamente experiências de controle mental, desde o início dos anos 1950s. Informações sobre uma série de experiências realizadas pela CIA (Agência Central de Inteligência), conhecidas como Projeto MK-ULTRA, somente vieram à atenção do público em 1975. Devido à natureza e ao propósito dessas experiências, existe pouca razão para acreditar na declaração oficial que elas foram descontinuadas.
Algumas antigas vítimas dessa forma altamente sofisticada de lavagem cerebral foram desprogramadas por alguns cidadãos preocupados. Elas confirmam que o controle mental está sendo usado para criar mensageiros confiáveis, escravos sexuais e assassinos inconscientes para os Illuminati. Como a tecnologia permite que mais de uma "personalidade" seja criada, a vítima pode ser programada para executar diversas tarefas ao receber o código, ou o gatilho correto. Todo o processo opera de forma similar a uma hipnose, porém em um nível muito mais profundo.
Nos anos 1980s, terapeutas nos EUA começaram a observar um novo e estranho fenômeno entre seus novos pacientes, que veio a ser conhecido como Distúrbio das Múltiplas Personalidades. Esses pacientes tinham sido vítimas de programação mental, porém ela estava começando a ruir e os dados de um compartimento mental, ou "personalidade", estavam afetando os dados de outro compartimento. Os terapeutas tentaram tratar o problema sem compreender sua causa subjacente.
Ex-membros dos Illuminati afirmam que o número de pessoas que já foram submetidas à programação mental está na casa das dezenas de milhares, somente nos EUA, e que muitas delas serão usadas para perpetrar atos de sabotagem, ou crimes similares, quando o tempo certo chegar. Se várias delas forem acionadas ao mesmo tempo, poderão criar muitos estragos e desordens em uma cidade.
A programação e controle mental é outro aspecto da feitiçaria que o Apocalipse cita como uma das principais características do fim dos tempos.

29. Guerras e Rumores de Guerras

O Senhor Jesus declarou que guerras e rumores de guerras constituirão outro claro sinal do fim dos tempos: "E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim." [Mateus 24:6]. Certamente, o século 20 foi preenchido com guerras terríveis. Talvez nenhuma guerra antes dele, exceto talvez a Guerra dos Trinta Anos, tenha sido comparada com a Primeira e Segunda Guerras Mundiais em termos de número de mortos. O século 20 viu um novo tipo de guerra, a guerra total, em que a carnificina de populações civis inteiras foi considerada um objetivo estratégico aceitável. O mesmo século também viu o assassinato em massa perpetrado por déspotas nacionais, mesmo durante "tempos de paz", em uma escala nunca vista antes, notavelmente as ações de Stalin na Ucrânia, no início dos anos 1930s, e Mao Tsé-Tung, na China.
Muitos analistas acreditam que o mundo esteja agora diante de uma Terceira Guerra Mundial. Imensas placas tectônicas estão se deslocando, à medida que os EUA, a Federação Russa e a China competem pela supremacia em um estágio global que inclui a rápida federalização da Europa e o ressurgimento do Islã militante em vários continentes. Existem também tantos pontos sensíveis que é fácil perder a conta: Paquistão, Afeganistão, Iraque, Irã, Síria, Israel, Coreia do Norte, Somália, Sudão, Congo, Caxemira, Xinjiang, Geórgia e Chechênia. Sabe-se que pelo menos quatro desses possuem armamento nuclear, enquanto que os outros podem ser capazes de obter pequenos artefatos nucleares no mercado negro.
Talvez o único outro período na história que chega perto de satisfazer a profecia feita por Jesus Cristo seja aquele que antecedeu a Segunda Guerra Mundial. Hoje, estamos em uma situação similar, porém com um risco muito maior envolvido — veja a próxima seção.

30. Armamentos Devastadores

O poder de destruição dos armamentos militares mais eficazes no mundo hoje faz aqueles que foram usados na Segunda Guerra Mundial parecerem insignificantes em comparação, mesmo que aquela guerra tenha causado mais de 60 milhões de mortes! Uma modesta bomba de hidrogênio hoje é mais de 100 vezes mais poderosa do que as bombas nucleares primitivas que foram usadas em Hiroshima e Nagasaki. Nas mãos de um terrorista, uma bomba nuclear pequena, que cabe dentro de uma maleta, pode destruir vários quarteirões de uma cidade em um instante. A engenharia genética tornou possível agora misturar bactérias altamente infecciosas, como os estreptococos com agentes patogênicos letais, como a varíola. Se for dispersa na forma de aerossol sobre uma área densamente povoada, esse tipo de arma biológica tem o potencial de matar milhões de pessoas.
Não há necessidade de nos aprofundarmos nessas possibilidades. Deve ser claro até para o cético mais empedernido que a tecnologia militar atual é mais do que suficiente para permitir o pavoroso cenário descrito no Apocalipse.

Concluindo

Nesta análise, tentamos incluir somente os fatores que a maioria dos leitores pode confirmar por si mesmos. Nosso propósito é mostrar o padrão dos eventos e como eles se relacionam com a profecia bíblica sobre o fim dos tempos. Muitos outros fatores poderiam ter sido incluídos. Por exemplo, não discutimos os preparativos que estão sendo feitos para construir o Terceiro Templo em Jerusalém, a promoção do inglês como a língua internacional fundamental para a Nova Ordem Mundial, a rede de campos de detenção construídos pela FEMA em todos os EUA, o envolvimento clandestino do governo nos ataques de 11/9/2011 e na explosão em Oklahoma City, e o estranho controle do estoque de alimentos no mundo por poucas grandes empresas multinacionais. Em vez disso, limitamos nosso estudo aos trinta fatores principais, que os leitores podem prontamente confirmar.
Se colocarmos em um gráfico a velocidade das transformações — sociais, econômicas, científicas, etc. — ao longo da história, vemos que elas se aceleram com o tempo. A velocidade de aceleração é lenta no princípio, mas aumenta gradualmente até que "decola" — veja o gráfico ao lado. O ponto vermelho mostrado na curva representa como estava o ritmo da transformação no ano 1900. O ritmo de mudança aumentou ainda mais durante o século 20, de modo que hoje ele está muito perto do topo da curva — um ponto de crise na história da humanidade.
Jesus Cristo falou em termos bem claros sobre o fim dos tempos. Ele advertiu que as pessoas não estariam preparadas, como não estavam nos dias de Noé. A malignidade no mundo hoje se esconde extrememente bem atrás de uma fachada de paz e democracia. Somente aqueles que oram ao Senhor é que compreenderão verdadeiramente o que está para acontecer e qual será o resultado. Somente aqueles que oram é que encontrarão proteção.
Se você ainda não estiver fazendo isto, comece a se preparar. Encontre o caminho estreito e submeta-se ao Senhor. Obtenha uma cópia da Bíblia em uma tradução fidedigna (veja o Item 25 anterior) e começe a lê-la diariamente. Entre em um relacionamento real com Deus e dê ouvidos à Sua direção. Ore diariamente ao Pai Celestial e peça-lhe que prepare você e seus familiares queridos para as provações que estão à frente. Leia o Apocalipse, o único livro da Bíblia que diz especificamente que aqueles que o lerem receberão uma bênção. Como o pastor David Cloud disse certa vez: "Um importante propósito do livro do Apocalipse é colocar as mentes do povo de Deus no futuro e fazê-los viver em preparação para se encontrar com o Senhor."
Se você não é um cristão nascido de novo e quer saber precisamente o que significa o novo nascimento, leia a explicação dada a seguir.
Os cristãos verdadeiros hoje são criticados e vilificados por crerem na Bíblia. Não está mais na moda ver uma linha clara entre a vontade de Deus e a vontade do homem. Dizem que existem muitos caminhos para Deus. Mas, isto não é correto. Há somente um caminho para Deus, porém milhares de caminhos para Satanás.
Se você não é um cristão nascido de novo, mas está convencido que está correto em suas crenças existentes, então faça a si mesmo as seguintes perguntas:
  • Por que 40 homens ao longo de um período de 1.600 anos escreveram uma série de 66 livros que contam uma história — a história do plano de Deus para a redenção da humanidade — que estão tão conectados tematicamente que ninguém nunca encontrou uma inconsistência em qualquer um deles?
  • Por que dezenas e dezenas de profecias na Bíblia se cumpriram exatamente como predito?
  • Por que a Bíblia adverte repetidamente acerca das consequências fatais da idolatria e da religião de Babilônia em todas suas formas?
  • Por que Jesus Cristo disse que muitos procurariam o caminho, mas poucos o encontrariam? Por que ele disse que somente aqueles que acharam o caminho é que nasceram de novo?

Fontes consultadas:

Todas em inglês, sendo que o Texto Original pode ser encontrado em: http://www.zephaniah.eu/

A traduzçãos para o português, foi realizada pelo abençoado servo de Deus, Jeremy James


      . Albert Pike, Morals and Dogma.
  • Alexander Hislop, The Two Babylons.
  • Alice Bailey, The Externalisation of the Hierarchy.
  • Antony Sutton, America’s Secret Establishment, Wall Street and the Bolshevik Revolution, Wall Street and the Rise of Hitler .
  • Arthur Pink, O Anticristo (disponível na área restrita de A Espada do Espírito), The Divine Inspiration of the Bible .
  • Bill Hughes, The Secret Terrorists .
  • Bill Schnoebelen, Sangue nos Umbrais, Lucifer Dethroned, Maçonaria: Por Trás da Fachada de Luz, Wicca: Por Trás da Bruxaria Branca.
  • Bob Glaze, Angels in History and Prophecy.
  • Carroll Quigley, The Anglo-American Establishment, Tragedy and Hope.
  • Clarence Larkin, The Book of Revelation.
  • Constance Cumbey, The Hidden Dangers of the Rainbow.
  • David Cloud, The New Age Tower of Babel Revelation.
  • David Flynn, Temple at the Center of Time.
  • Edith Starr Miller, Occult Theocracy.
  • Eric Phelps, Vatican Assassins.
  • Frances Yates, Astraea: The Imperial Theme in the Sixteenth Century, The Rosicrucian Enlightenment.
  • Frederick Mann, The Economic Rape of America.
  • Fritz Springmeier, Be Wise As Serpents, Bloodlines of the Illuminati, The Illuminati Formula... Mind Controlled Slave, The Watchtower and the Masons.
  • G. Edward Griffin, The Creature from Jekyll Island.
  • Gary Allen, None Dare Call It Conspiracy.
  • Gary Kah, En Route to Global Occupation, The Demonic Roots of Globalism.
  • James Billington, Fire in the Minds of Men.
  • James Webb, The Occult Underground.
  • Jamieson, Fausset, Brown, Commentary on the Whole Bible.
  • Jeremy James, Eighteen New Age Lies — An Occult Attack on Christianity, The Planned Destruction of Christianity in Ireland, Why Christians Should Never Pray to the Virgin Mary.
  • Juri Lina, Architects of Deception.
  • Karl Popper, The Open Society and Its Enemies.
  • Kathleen Sullivan, Unshackled — A Survivor’s Story of Mind Control.
  • Kurt Koch, Demonology Past and Present, Between Christ and Satan.
  • Lewis Chafer, Major Bible Themes.
  • Malachi Martin, The Decline and Fall of the Roman Church, The Jesuits.
  • Manley Hall, The Secret Destiny of America, Secret Teachings of All Ages.
  • Marilyn Ferguson, A Conspiração Aquariana.
  • Martin Rees, Just Six Numbers.
  • Merrill Unger, Biblical Demonology, Commentary on the Old Testament, What Demons Can Do to Saints.
  • Niall Ferguson, Colossus — The Rise and Fall of the American Empire, Empire — How Britain Made the Modern World, The War of the World — History’s Age of Hatred.
  • Paul Johnson, A History of Christianity.
  • Paul Stringer, The Faithful Baptist Witness.
  • Peter Lemesurier, The Armageddon Script.
  • Peter Moon, Black Sun.
  • Piers Compton, The Broken Cross.
  • Ronald Brown (tradução), The Book of Enoch.
  • Seraphim Rose, Orthodoxy and the Religion of the Future.
  • Stanley Monteith, The Brotherhood of Darkness.
  • Steve Quayle, Genesis 6 Giants.
  • Svali, Breaking the Chain.
  • Tim Cohen, The Antichrist and a Cup of Tea.
  • Walter Bowart, Operation Mind Control.
  • William Cooper, Behold a Pale Horse.
  • William Grady, Final Authority.
Viva vencendo todos  os dias, sabendo que Jesus vai voltar nas nuvens do céu, para receber Sua igreja, para assim, estar com Ele em toda a eternidade. Assim Ele prometeu, assim Ele o fará. Guarde-se!!!

Abraços.

Seu irmão menor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário