29 maio 2016

CRIOGENIA - BRINCANDO DE SER DEUS: 'CONGELANDO MORTOS PARA VOLTAREM A VIVER'


O que é?
A Criogenia Humana é a técnica de congelamento de cadáveres, ou células, para que sejam ressuscitados no futuro. Nos dias atuais isso já se realiza com embriões: óvulos fecundados podem ficar no frigorifico com boas hipóteses de sobreviver a um descongelamento (60%).
Com base nisto, muitas pessoas acreditam que esta técnica possa funcionar com seres humanos inteiros. Atualmente cerca de 177 pessoas e cerca de 60 animais já foram congelados depois de morrerem.
Como é realizada?
Após a morte do individuo, os médicos colocam-no num tanque de nitrogénio líquido, guardado a -196ºC (temperatura em que não há decomposição das células do corpo).
Os cientistas acreditam que daqui a 500 anos irão descobrir uma maneira de combater a doença que causou a morte do individuo e o irão descongelar.
Como funciona a criogenia
I. Quando o paciente é declarado morto, os médicos tentam evitar a deteriorização do corpo injetando medicamentos e usando máquinas para que se mantenha a circulação do corpo e a oxigenação, evitando a morte de partes singulares.
II. O corpo é envolvido numa espécie de manta, que o ajuda a mantê-lo frio, e é então transportado até uma clínica em temperaturas baixas, que fazem o cérebro exigir menos oxigênio para manter os tecidos vivos por mais tempo.
III. Na clínica, o sangue do paciente é retirado, enquanto por outro tubo, é inserido um líquido crioprotetor (substância química a base de glicerina). Este líquido substitui outros compostos intracelulares, evitando assim que se formem cristais de gelo dentro das células.
IV. Depois da injeção das substâncias, o corpo fica numa cabine com gás nitrogênio circulante por cerca de três horas. Este processo assegura que todas as partes do corpo fiquem congeladas por igual. No final desta etapa, o paciente estará completamente vitrificado.
V. Em seguida, o corpo é colocado num saco de plástico protetor e imerso num cilindro de nitrogênio liquido, onde é monitorizado. Nesta fase, há riscos que ocorram fraturas no corpo, principalmente nas áreas que são submetidas à vitrificação(o próprio líquido criogênico pode endurecer e partir).
VI. Por fim, o corpo é colocado num tubo de nitrogênio com mais três corpos e duas cabeças. Os corpos podem ficar ali por centenas de anos até que a ciência descubra um modo de os ressuscita-lo.
Onde é realizado?
Hoje o processo só é realizado por duas empresas: a Alcor e a Cryonics Institute. A criogenização não é fácil e muito menos barata.
Alcor
A Alcor Life Extension Foundation é o líder mundial em criogenia, a pesquisa cryonics e tecnologia cryonics. Alcor é uma organização sem fins lucrativos localizada em Scottsdale, Arizona, fundada em 1972. Valores não atualizados:
. Corpo inteiro: R$ 352 mil
. Só a cabeça: R$ 146 mil
Cryonics Institute
Em 1976 foi formado o Instituto Cryonics, para oferecer serviços de Criogenia com o objetivo de criar uma preparação cuidadosa, resfriamento e tratamento do paciente a longo prazo em nitrogênio líquido.

Total de tudo que já está congelado:
 
Total de membros: 940
Membros financiado com contratos: 460
Os pacientes humanos : 107
Amostras de tecido humano / ADN: 179
Animais de estimação: 82
Amostras de tecido animal / ADN: 51
Valores cobrados pela Cyronics:
. Corpo inteiro: R$ 82 mil
. Animal de estimação: R$ 17 mil
Desvantagens
a) Ainda não se sabe como voltar a ressuscitar as pessoas que se submeteram a esta técnica;
b) Depois de ressuscitada a vida de um indivíduo este poderá não se lembrar de nada que fez ou mesmo quem era na sua “antiga vida”.
C) Aumentaria o número da população o que poderia causar um sério risco de superpopulação.
Filmes que já abordaram a Criogenia
. “Sleeper” de 1973;
.  “2001: Uma odisséia no espaço” de 1968;
. “Austin Powers: um agente nada discreto” (1997);
. “Eternamente Jovem” (1992);
. “A.I. – Inteligência Artificial” (2001).
Quem foi o primeiro a ser congelado?
James Hiram Bedford(1812-1893), foi professor na Universidade da Califórnia. Ensino psicologia e escreveu vários livros sobre aconselhamento profissional.
Em junho de 1965,a Cooper Sociedade Life Extension(LES), ofereceu a oportunidade de preservar uma pessoa de forma gratuita, afirmando que "a Sociedade de Extensão da Vida agora tem instalações modernas de emergência e congelamento a curto prazo e que poderia armazenar nosso amigo, o grande homeotherm (homem)". LES oferece para congelar gratuitamente a primeira pessoa e isso atenderia também aos desejos de se testar pela primeira vez a Criogênica. "Bedford aproveitou a oportunidade e foi confirmado como o primeiro candidato. Bedford sofria de câncer de rim , que mais tarde, evoluiu para o tipo 'metástase' em seus pulmões , uma condição que era intratável no momento. Bedford deixou U$ 100.000 para Cryonics Pesquisa, por sua vontade, porém, mais do que esse montante foi utilizado pela esposa e o filho de Bedford no tribunal, para ter que defender sua vontade e sua criopreservação devido a argumentos criados por outros parentes que não concordavam com a prática. 

Corpo de Bedford sendo preparado
Envolto em um novo saco Dacron(fibra sintética de poliéster), como um saco de dormir e afixado na maca de aço inoxidável com corda de nylon, Dr. Bedford está preparado para a colocação no Cilindro.
Cilindro do Dr. Bedford na Galiso como fotografada por Greg Fahy, por volta de 1971
Conclusão
"No início quando observamos o nosso trabalho e ainda como não o conhecíamos, mostramos algum descontentamento, mas depois, após a realização da pesquisa, verificamos que afinal conhecíamos o tema mas não havíamos usado esse termo. Foi um trabalho interessante de se realizar pois ficamos a conhecer melhor esta técnica e tivemos a certeza que ela funcionaria e que no futuro, ela seria usada em grande escala", disse o Dr.Robert Prehoda, responsável em congelar Bedford.
Abaixo, o cilindro onde a pessoa(corpo inteiro) é colocada para para preservar-se todo o corpo por tanto tempo for necessário
Fontes:
. http://www.alcor.org/index.html
. www.cryonics.org
. http://blogdonata.blogspot.com/2011/02/criogenia-fatos-mitos.html
.http://www.alcor.org/Library/html/BedfordLetter.htm

COMENTÁRIO DE WÁLDSON LIMA
O homem vive em função de procurar o 'Elixir da Juventude' para que nunca
venha envelhecer e morrer. Até hoje não descobriram. Mas, têm sido
engenhosos em sua busca.
Não posso negar que a criatividade e experiência deles não seja algo muito
avançado e interessante, porque o é. O problema é que, se esqueceram que
quem dá a vida é somente Deus. Um corpo pode ser descongelado daqui a
100 anos e estar perfeito. Mas, para o ressuscitar, somente há um, Deus,
que é o doador e dono da vida.
Portanto, 'brincar de ser Deus', pode até ser interessante, mas ser alguém
como Deus, jamais homem algum homem conseguirá ser. 
Acredito que os cientistas estão procurando um meio de prolongar a vida
aqui na terra (para tentarem escaparem da morte que), por mais longa que
seja, passará e não conhecem a Jesus Cristo, por meio de Quem, a vida
nunca terminará, mesmo depois da nossa morte.
Viva vencendo feliz por conhecer a salvação em Jesus Cristo!!!
Abraços.
Seu irmão menor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário