19 maio 2016

SONO DA ALMA?

Em Lucas,(16: 19-31), podemos notar claramente que a mente, a memória não se apaga. Mas fica bem nítida para o acerto de contas na eternidade. A alma não dorme o sono eterno. Esse ensinamento por parte de algumas seitas são erros doutrinários. Os que ensinam essa falsa doutrina, tomam por base os texto de Mateus 9. 24 e João 11.11. Bem, antes precisamos saber que a Bíblia é formada de textos e contextos, isto é, o que vem antes e o que vem depois. A alma e o espírito são imortais, ou seja, estarão sempre na eternidade com Deus ou sem Deus. Mas Deus sempre terá o domínio de todas as coisas.  Podemos refutar essa ideia maluca lendo Mt 22. 32. Deus é o Deus  de Abraão, de Isaque e de Jacó. Portanto, eles não estavam dormindo, mas acordados e vivos na glória eterna. 

Quando Jesus disse em Mateus, 9.24 que a menina estava dormindo, Ele não estava se referindo a alma como que estivesse neutra ás coisas da memória, mas falava do sono da morte da menina. Porém a alma estava acordada e viva. Estar com Cristo no paraíso, não é estar “dormindo”, mas ciente das coisas. (Lc. 23. 42,43). Em Eclesiastes, lemos que o corpo volta ao pó, e o espírito volta a Deus, que O deu (Ec 12.7).

Porém, a Bíblia não ensina a doutrina do “Aniquilacionismo”, vulgarmente chamada de “Sono da Alma”. O fato de que a alma dos cristãos vai imediatamente para a presença de Deus (Fl 1.23), mostra que a doutrina do sono da alma está equivocada. Essa doutrina ensina que quando os cristãos morrem, eles entram em um estado de inexistência e que voltarão à consciência somente quando Cristo voltar e ressuscitá-los para a vida eterna”.
As Escrituras quando falam da morte como “dormir”, trata-se apenas de uma metáfora usada para indicar que a morte é apenas temporária para os cristãos, como é temporário o sono. Isso é visto claramente, por exemplo, quando Jesus fala a Seus discípulos sobre a morte de Lázaro – “Nosso amigo Lázaro adormeceu, mas vou para despertá-lo”(Jo 11.11). 
Devemos notar que Jesus não diz aqui que alma de Lázaro adormeceu, nem qualquer texto bíblico de fato afirma que a alma de alguém está dormindo ou inconsciente”.
“Em vez disso Jesus diz apenas que Lázaro adormeceu. João prossegue, explicando: “Mas Jesus falara da sua morte; eles, porém, entenderam que falava do repouso do sono. Então Jesus lhes disse claramente: Lázaro morreu” (Jo 11.13, 14). Os outros versículos que falam sobre dormir após a morte são igualmente metáforas que ensinam que a morte é temporária”. Na parábola do rico e o mendigo, fica claro a consciência viva do rico, pois o mesmo começa a clamar, implorar ao pai Abraão para fazer algo por ele através do mendigo. Então, temos aqui uma firme informação do não sono da alma.
Quando a bíblia diz que os que morrem em Cristo estão 'descansando' ou 'dormindo no Senhor', está simplesmente dizendo que, para aquela pessoa chegou o momento do descanso até que venha a ressurreição. E não que a alma está inativa ou sem saber do que lhe aconteceu.

Viva vencendo, sabendo que, os mortos estão conscientes!!!

Abraços.

Seu irmão menor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário