02 julho 2016

NUNCA TEM TEMPO PARA LER A BÍBLIA,NÉ?

Muitas são as desculpas dos cristãos contemporâneos para a leitura bíblica. O falatório mais comum é a “falta de tempo”. Não existe desculpa mais esfarrapada. Analisando a minha vida, não posso dizer que me falta tempo. Como trabalho e faço faculdade, passo pelo menos 16 horas por dia fora da minha casa. Agora, apesar da rotina pesada, tenho tempo de ler o jornal do dia, atualizar o blog, conversar com amigos e ainda faço outras atividades triviais. Como posso dizer que me falta tempo de ler a Bíblia? É uma baita mentira, não é verdade?
Ler a Bíblia não é obrigação, é privilégio. Ouvir Deus não é buscar “profetas” de montes ou programas de rádio, mas sim abrir as Sagradas Escrituras e se deleitar em cada passagem. Ler a Bíblia não é meio para salvação, mas sim para a comunhão com Ele. O não regenerado jamais terá o prazer na leitura que conduz para a comunhão. Ora, pode-se até ler mecanicamente ou para estabelecer recordes, mas isso é simplesmente religiosidade vazia.
Portanto, não leia a Bíblia como mera rotina, e nem conte quantas vezes você está lendo (cuidado com a vaidade). Procure as Sagradas Escrituras como um meio de instrução e comunhão com Deus, além do conhecimento do alto. E lembrando, que nunca vivemos uma época tão analfabeta de Bíblia como nos dias atuais. Inclusive, muitos púlpitos abandonaram a Bíblia há muito tempo. Leem a Bíblia, mas não reflitam sobre suas palavras, que é a Palavra de Deus.
D.A Carson enumera algumas desculpas contemporâneas:
Todos nós temos que enfrentar os costumeiros pecados da preguiça ou da falta de disciplina, os pecados da carne e o orgulho da vida. Mas existem ainda outras pressões. O acelerado ritmo da vida nos oferece muitas desculpas no intuito de sacrificar o que é de mais importante no altar do urgente. Os constantes estímulos sensórios que chegam de todos os lados nos condicionam- nos acostumamos a ser entretidos e divertidos, e se torna difícil criar o espaço e o silêncio necessários para uma leitura séria e refletida da Escritura. Mais sério ainda, o crescente analfabetismo bíblico na cultura ocidental significa que a Bíblia cada vez mais se torna um livro fechado inclusive para muitos cristãos. À medida que a cultura se afasta de suas bases anteriores na compreensão judeu-cristã de Deus, história, verdade, certo e errado, propósito, julgamento, perdão e comunidade, a Bíblia parece cada vez mais estranha [1]
Portanto, nada mais urgente para a igreja evangélica, que cada membro volte para uma leitura séria das Sagradas Escrituras. É sabido que até em seminários teológicos, muitos dos alunos nunca leram sequer o Novo Testamento. Imagine só. Querem entender a Bíblia sem lê-la? Impossível. Tarefa tão simples, mas tão complicado para quem gosta de complicar. Outro fato triste é saber que um crente tem tempo para assistir “A Fazenda” ou “Big Brother Brasil”, mas não encontra tempo para as palavras eternas. “Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios, remindo o tempo, porquanto os dias são maus” (Ef. 5. 15-16).
Referência Bibliográfica:
[1] CARSON, Donald A. Por Amor a Deus. 1 ed. Rio de Janeiro: 2009, p 7.
GutierrezSiqueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário