23 agosto 2016

POVOS NÃO ALCANCADOS




Os departamentos de estatísticas calculam que, até hoje, menos da metade da população mundial com as suas etnias e línguas tenham sido alcançadas pelo evangelho, a outra parte é conhecida como povos não alcançados.
Este termo é uma expressão que surgiu para definir um grupo de indivíduos não-evangelizados de uma determinada comunidade nativa, que não foram alcançados pelos cristãos pertencentes a este grupo específico. Esses povos não tem conhecimento de quem é Deus, e, consequentemente, não conhecem a salvação oferecida por Cristo Jesus.
Característica 

A lista dos povos “não-alcançados” é imensa. Passa por todos os continentes, grandes metrópoles, vilarejos, aldeias e tribos. Eles não estão apenas em lugares de difícil acesso, como a maioria de nós imagina. Algumas vezes, é possível encontrar grupos inteiros isolados por barreiras idiomáticas ou culturais. Na atualidade, há no mundo 487 cidades com mais de 1 milhão de pessoas, e dezenas dessas cidades em diversas regiões se encontram dentro deste contexto: não alcançadas pelo Evangelho.
O número exato dos povos não alcançados varia de acordo com as definições e requisitos exigidos. É possível classificar “povos não-alcançados” a partir de um grupo considerado como megapovo ou povos minoritários, considerando a variedade étnica, complexidade linguística, situação socioeconômica, barreiras políticas, etc. Desta forma, estima-se que na atualidade haja em todo o mundo aproximadamente 16.475 grupos distintos, onde mais de 6.664, ou seja, 40,4% dos povos caracterizados pelas suas culturas, línguas e raças ainda não foram alcançados pelo pelo evangelho do nosso Senhor e Salvador.


Alguns destes grupos não tem sequer uma estrutura de linguagem escrita formada, não leem nem escrevem em seus próprios idiomas, consequentemente, não têm sequer uma porção das escrituras em sua língua materna. Já outros possuem uma estrutura social bem dividida, dominam a escrita e possuem uma forte e milenar estrutura religiosa, mas, isto se constitui uma ameaça, pois as religiões encontradas nessas culturas se opõem às doutrinas cristãs.
Desafios

Cada grupo não alcançado possui barreiras e desafios únicos a serem vencidos. Estes grupos permanecem inalcançados ou ocultos porque são verdadeiramente difíceis de se alcançar. Estima-se que na atualidade a população global seja de aproximadamente 7.290 bilhões de pessoas, sendo que 3.080 bilhões, ou seja 42,2%, ainda não ouviram falar de Jesus. As estatísticas revelam que aproximadamente 102 pessoas morrem e 180 pessoas nascem por minuto em todo o mundo. Urge a necessidade de alcançarmos o mundo com a mensagem das Boas Novas! Portanto, há muitos desafios a serem vencidos:




1. O desafio religioso
Existe no mundo mais de 33 milhões de religiões com suas distintas crenças, seitas e heresias, que dificultam a proclamação do genuíno evangelho do nosso Senhor e Salvador.

2. O desafio cultural
Os usos e costumes, a cosmovisão e a percepção de cada povo em relação ao mundo é uma realidade encontrada no meio de várias etnias. A transculturação do missionário para a propagação do evangelho é um desafio a ser vencido.

3. O desafio linguístico
A diversidade de idiomas e dialetos falados ao redor do mundo se constitui um grande desafio, pois existe a necessidade de se traduzir a bíblia ou porção dela para a pregação do evangelho entre esses povos.

4. O desafio econômico
A disparidade econômica também apresenta seus grandes desafios: os lugares mais ricos se tornam não evangelizados pela grande segurança estabelecida em favor dos mais abastados, enquanto que as regiões extremamente pobres também se tornam difíceis devido à necessidade de alimento, roupa, moradia, estrada, acesso a determinados ambientes, múltiplas enfermidades etc.
Janela 10/40
Entre os povos não alcançados existe o “Cinturão de Resistência” ao evangelho, que está localizado na faixa do globo terrestre que se estende do Oeste da África, passando por todo o Oriente Médio e vai até a Ásia. Esta região acompanha a linha do equador, subindo em forma de um retângulo entre os graus 10 e 40. A esse retângulo denomina-se o termo JANELA 10/40. Nessa região encontra-se uma grande multidão de cerca de 3,2 bilhões de pessoas que ainda não ouviram a mensagem de salvação através de Cristo Jesus. Ali predomina os seguidores do Budismo com aproximadamente 1 bilhão e 200 milhões de adeptos, o Islamismo com um número próximo de 1 bilhão de seguidores e o Hinduísmo, com mais de 700 milhões de fiéis. Dos 50 países menos evangelizados do mundo 37 desses encontram-se na JANELA 10/40, onde reside 82% das pessoas mais pobres do planeta. Bilhões de pessoas são vítimas das enfermidades, misérias e calamidades.


OS POVOS SEM PÁTRIAS 

A evangelização dos “Povos sem Pátria” têm se constituído um grande desafio para as igrejas, pois eles, julgando ser nativos de uma determinada região, reivindicam a autonomia daquele local e a soberania de seu Estado. Essa reivindicação muitas vezes ocorre de mãos armadas como resultado de conflitos sociais e políticos. Em muitos casos, a luta destes povos parece estar longe de obter uma solução satisfatória, tendo em vista que nenhum país quer abrir mão de parte de seus respectivos territórios para serem repassadas a um grupo que vive insubordinado. Vejamos alguns povos sem pátria que precisam ser alcançados:
Bascos População: 2,2 milhões. Religião: Católicos romanos. Características: Habitam parte da França e Espanha

Bérberes População: 70 milhões. Religião: Muçulmanos. Características: Moram entre Marrocos, Argélia e no deserto do Saara

Chechenos População: 1,2 milhão. Religião: Muçulmanos. Características: Vivem nas montanhas do Cáucaso, perto da Geórgia

Curdos População: 32 milhões. Religião: Muçulmanos. Características: Moram na Turquia e Iraque

Ciganos População: 5 milhões Religião: Crenças peculiares a esse povo e aos seus respectivos deuses. Características: Nômades, sem reivindicação de território

Indígenas brasileiros População: Média de 250 mil indivíduos em 221 etnias. Religião: Animistas. Características: residentes em várias regiões do Brasil

Palestinos População: 7 milhões. Religião: Muçulmanos. Características: Vivem no Oriente Médio

Tibetanos População: 6,2 milhões. Religião: Budistas e Muçulmanos. Características: Descendentes de pastores que vivem no noroeste chinês


 http://www.ieadpe.org.br/index.php/departamentos/missoes/1197-povos-nao-alcancados

Nenhum comentário:

Postar um comentário