19 outubro 2016

ALGUNS DENTRE OS MILHÕES DE ASSASSINADOS PELA IGREJA DE ROMA


Resultado de imagem para milhões de assassinatos pela igreja catolica

1126 - Peter de Bruis - queimado na fogueira - Rejeitou tradições de Roma
1155 - Arnold de Brescia - Pregador da Bíblia - enforcado e queimado
1211 - 80 valdenses - queimados na fogueira
1215 - 80 cristãos - torturados com ferro vermelho de tão quente, e queimados até a morte no mesmo dia em Strasburg, Alemanha.
1237 - 15 cristãos queimados vivos em Cerdagne e Castlebon, Espanha
1315 - Bispo Waldensian Neumunster - queimado na fogueira em Hamburgo, Alemanha
1315 - 50 mulheres e crianças queimadas na fogueira em Schweidnitz na Silésia
1386 - Na véspera do Natal - o inquisitor Borelli ataca o Vale do Pragela; centenas congelam até a morte tentando escapar.
1400 - William Sawtree - seguidor de Wycliffe - queimado na fogueira
1408 - John Resby - [acusado de] Heresia - queimado em Perth, Escócia
1409 - O alfaiate chamado de Bradbe - seguidor de Wycliffe - é queimado vivo em um barril.
1415 - John Huss - queimado por pregar o Evangelho e rejeitar pontos de vista de Roma
1416 - 300 homens são queimados na fogueira, em Saxony
1417 - Sir John Oldcastle - que ajudou a distribuir a Bíblia de Wycliffe - martirizado por causa de sua fé, sendo assado em fogo
1427 - John Purvey - distribuidor da Bíblia - morreu na prisão - 1421-7
1431 - Paul Craws - Condenado em St. Andrews, Escócia e queimado até a morte
1481/2 - 2.000 pessoas queimadas vivas Inquisição espanjola em Sevilha e Castela
1488 - 3.000 crentesvaldenses assassinados em uma caverna chamada Aigue-Froid
1506 - William Tylsworth - queimado por sua fé na Palavra de Deus
1511 - James Brewster - queimado na fogueira - Tendo um livro da Bíblia,
1514 - Richard Hun - Morreu de forma suspeita na Torre de Lollard em Londres
1519 - Seis homens e mulheres queimados por ensinarem a seus filhos a oração do Senhor - Londres
1525 - Pregador do Evangelho chamado de Schuch - queimado na fogueira em Strasburg por pregar e ter uma Bíblia - Sua Bíblia foi queimada com ele.
1528 - Patrick Hamilton - queimado na fogueira, na Escócia, por declarar que é o direito de qualquer pessoa ler a Palavra de Deus
1529 - Louis Berquin - queimad0 na fogueira, em França, por imprimir e distribuir panfletos da Bíblia em francês
1530 - John Tewksbury - queimado na fogueira por distribuição da Bíblia - Inglaterra
1531 - Thomas Bilney - martirizado por pregar e distribuir a Bíblia Tyndale
1531 - Richard Bayfield - queimado na fogueira por distribuir a Bíblia
1532 - James Bainham - queimado por possuir Escrituras no idioma Inglês
1533 - Henry Forrest - monge beneditino que [creu e] foi salvo - queimado na fogueira em St. Andrews, Escócia
1533 - John Fryth - queimado por pregar o verdadeiro Evangelho - Inglaterra
1534/5 - 24 protestantes queimados vivo em Paris, França
1535 - Dean Forret - queimado por ter a Escritura na língua Inglesa - Escócia
1536 - William Tyndale - queimado na estaca por traduzir a Bíblia para o Inglês - Sua tradução tornou-se a base para o King James Version
1536 - Ana Bolena - esposa de Henry VIII - decapitada por causa da sua verdadeira fé
1540 - Thomas Garrett - amigo de Tyndale - queimado na fogueira - Inglaterra
1545 - Massacre de Merindol e Cabrieres, França - Milhares de valdenses assassinados
1546 - Peter Chapot queimado até a morte em Meaux, França por trazer à France Bíblias em francês
1546 - Stephen Polliot - queimados na fogueira por trazer Escrituras para aFrança - Sua língua foi cortada, para que ele não pudesse dar testemunho àqueles em torno dele, durante sua execução.
1546 - Ann Askew - torturado e queimado por estudar e crer nas verdadeiras Escrituras
1548 - Paul Fagius - queimado por traduzir a Bíblia - Inglaterra
1548 - Martin Bucer - queimado por traduzir a Bíblia - Inglaterra
1553 - Nicholas Nayle - queimado na fogueira em Paris porque ele trouxe livros do evangelho para os crentes.
1554 - Lady Jane Grey - decapitado por sua conversão ao cristianismo verdadeiro
1555 - Nicholas Ridley - queimado por sua fé - Inglaterra
1555 - Hugh Latimer - queimado por sua fé - Inglaterra
1555 - John Rogers - [foi morto por ter sido] tradutor da Bíblia Matthews para o Inglês 
1556 - Bartholmew Hector - Pregador e distribuidor da Bíblia - Queimadoem Turim
1560 - Julian Hernandez - queimado em fogueira na Espanha, por ter distribuido a Bíblia
1560 - Jean Louis Paschale - acreditava que a Bíblia cmo superior aos ensinamentos romanistas
1560 - Stefano Negrino - morreu de fome na prisão - Itália
1561 - 88 homens tiveram suas gargantas cortadas em Montalto - Itália
1561 - Hugo Chiamps - entranhas arrancadas de seu corpo [vivo] em Turim, Itália
1561 - Peter Geymarali - entranhas arrancadas de seu corpo [vivo] em Lucerna, Itália
1561 - Maria Romano - Enterrado vivo no Rocco-Patia, Itália
1561 - Magdalen Foulano - Enterrado vivo em San Giovanni, Itália
1561 - Susan Michelini - Mãos e pés atados - deixada para morrer de frio e fome - Saracena, Itáliaede 
1561 - Bartolomeu Fache - [cane] cortada com sabres, depois os cortes foram cheias de [muito corrosivo] cal - morreram de dor agonizante
1561 - James Baridari - Fósforos sulfurosos foram colocados por todo o corpo e, em seguida acesos
1561 - Daniel Revelli - Boca preenchida com pólvora e, em seguida, acesa - Cabeça explodiu em [infontáves pedaços
1561 - Maria Monnen - Cortada fora a carne das bochecha e da mandíbula inferior, assim deixando aparecer seus ossos [do crâneo] 
1561 - Thomas Margueti - Mutilados até a morte em Miraboco, Itália
1561 - Sudn Jaquin - Cortado em pedaços em La Torre, Itália
1561 - Sara Rostagnol - Cortada para ficar aberta em duas partes, começando o corte do entrepernas e indo até os seios - pereceu estrada entre Eyral e Lucerna
1561 - Anna Char Bonnier - empalada numa estaca e levada de San Giovanni até La Torre
1561 - Daniel Rambaud - Recusou-se a renunciar ao verdadeiro Evangelho enquanto eles arrancaram fora suas unhas, então os dedos, depois os pés, depois as mãos, em seguida, seus braços e, finalmente, suas pernas, em Paesano, Itália
1562 - James Bovell - Rejeitou ensinamentos de Roma, para se firmar na Bíblia
1566 - Francesco Spinula - Afogado em Veneza, Itália, por ter produzido uma versão latina dos Salmos
1567 - Pietro Carnesecchi - recusou se encurvar à autoridade papal
1570 - Aonio Paleario - martirizado por escrever um livro chamado "O Benefício da Morte de Cristo."
1.572 Massacre do Dia de São Bartolomeu - - 4.000 homens e mulheres brutalmente assassinados dentre os huguenotes franceses - O massacre durou de 24 agosto a 23 outubro - O total de mortos durante este tempo foi de cerca de 35.000.

Fonte:  Os dados foram compilados e retirados de Fox's Book of Mathyrs

Nenhum comentário:

Postar um comentário