23 dezembro 2016

AUTÓPSIA DE UM PASTOR

Resultado de imagem para Vida de um pastor

[Hélio, a fonte, repassa isso com o coração cheio de compaixão e orações, não com alegria e crítica]


Eles são os que estão mortos, embora ainda andem.

Eles estão mortos emocionalmente.

Suas visão e paixão estão mortas.

Suas vidas espirituais não têm nem um pouco de vida.

Eles estão completamente esgotados [pelas pressões da vida].

Muitos já morreram quanto suas vocações[chamamentos]. Outros estão a caminho e bem próximo disso.

Autópsias não são um tema agradável. Sei disso. Mas eu seria negligente se eu não compartilhasse com você sobre o número de pastores que estão mortos no ministério. Você precisa saber [a respeito disso]. Você precisa entender essa realidade. Você precisa orar por eles. Você precisa caminhar ao lado deles.

Como esses pastores morreram? 
Minhas autópsias, através de metáfora, descobriram oito padrões comuns. Alguns pastores manifestam quatro ou cinco deles. Muitos manifestam todos eles.

1. Eles disseram "sim" à maioria dos membros. Para evitar conflitos e críticas, esses pastores tentaram agradar a maioria dos membros da igreja. O caminho desses [pastores] não era sustentável. Seu caminho era insalubre, levando à morte.

2. Eles disseram "não" para suas famílias. Para muitos desses pastores, suas famílias tornaram-se uma reflexão tardia ou nenhum pensamento. Muitos de seus filhos agora estão crescidos e se ressentem da igreja. Eles prometeram nunca voltar. Seus cônjuges se sentiam traídos, como se não fossem mais amados, desejados. Alguns desses pastores perderam suas famílias ao divórcio e ao distanciamento.

3. Eles ficaram demasiadamente ocupados para permanecerem na Palavra e na oração. Simplificando, eles ficaram muito ocupados para Deus. Leia Atos 6:4. novamente no contexto de todo os Atos 6:1-7. Os líderes da igreja primitiva viram esse perigo, e eles tomaram um caminho corajoso para evitar a armadilha.
At 6 4: "Mas nós perseveraremos na oração e no ministério da palavra".

4. Eles morreram uma morte lenta, devida ao constante gotejamento de críticas. Pastores são humanos. Sim, eu sei; isto é uma declaração óbvia. Às vezes esperamos que eles aguentem as constantes críticas dos membros como se eles fossem feitos de granito. Mas um gotejamento constante pode destruir até mesmo as rochas mais sólidas.

5. Eles foram atacados pelo cartel. Nem todas as igrejas têm cartéis, mas muitos o têm. Um cartel de igreja é uma aliança de valentões, de seguidores e imitadores de valentões, de cristãos carnais e até mesmo de não salvos, dentro da igreja. O objetivo do cartel é poder. Seu obstáculo é o pastor. Muitos pastores morreram porque os cartéis os mataram.

6. Eles perderam sua visão e sua paixão. Esta causa de morte é tanto um sintoma como uma causa. Tal como a pressão arterial elevada é um sintoma de outros problemas, mas também pode ser a cauda de morte. Pastores sem visão e sem paixão são pastores moribundos.

7. Eles procuravam agradar os outros antes de[e mais que] 'agradar a Deus'. Pastores agradáveis às pessoas podem tornar-se rapidamente pastores moribundos. O problema é que você nunca pode agradar a todos os membros o tempo todo. Se os pastores tentam, eles morrem.

8. Eles não tinham defensores na igreja. Imagine uma pessoa moribunda sem intervenção médica. Essa pessoa vai morrer. Imagine pastores sem membros que se postarão de pé por[e ao lado de] desses líderes. Imagine pastores onde os membros são demasiadamente covardes para enfrentar os cartéis. Se você pode imaginar isso, então você pode imaginar um pastor moribundo. A propósito, esta forma de morte é muitas vezes o mais doloroso. 
O pastor está morrendo sem ninguém para ajudar ou intervir.

Autópsias não são divertidas. Falar sobre morrer não é divertido.

Mas se você é um membro da igreja, você pode ser uma parte da solução.

Irá você fazer isso?

Autor: Thom S. Reiner

Tradutora: Valdenira N.M. Silva, 2016


[Hélio repassa isso com o coração cheio de compaixão e orações, não com alegria e crítica]


Nenhum comentário:

Postar um comentário