09 junho 2017

LIVRO INFANTIL FAZ APOLOGIA AO RELACIONAMENTO SEXUAL DE PAI SUA COM FILHA


LIVRO DISTRIBUÍDO EM ESCOLAS PÚBLICAS SUGERE CASAMENTO ENTRE PAI E FILHA

Resultado de imagem para Livro Distribuído em Escolas Públicas Sugere Casamento Entre Pai e Filha

O livro “Enquanto o sono não vem”, do escritor José Mauro Brant, publicado pela Editora Rocco, é distribuído pelo Ministério da Educação (MEC) nas escolas públicas do Brasil, através do Pacto Nacional pela Alfabetização.

Esse livro infantil sugere casamento entre pai e filha!
 
No livro, há um conto que fala do pedido de casamento de um pai para uma das filhas e, no final, ela acaba morrendo presa por não aceitar o pedido.


O Ministério da Educação (MEC) afirma que o projeto de inclusão desse livro nas escolas públicas, ainda é de 2014, portanto ainda no governo Dilma.
O que resta para todos os pais, é ficar atentos, procurando saber se na escola de seu filho está sendo usado esse livro.

A obra de José Mauro Brant, da Editora Rocco, está no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), e foi denunciada por profissionais de educação no Espírito Santo.
O livro será distribuído  para alunos de primeiro ao terceiro ano do ensino fundamental (entre 6 e 8 anos de idade).

Caso isso esteja ocorrendo, é só acionar os órgãos competentes para solicitar a exclusão do mesmo.

Veja o vídeo:


Comentário do Editor

É absurdo o que acontece em nosso país. Não bastasse termos que lidar com as constantes tentativas de islamização, apologia à homossexualidade e erotização infantil, agora o MEC mostra toda sua vileza ao aprovar semelhante literatura que propagandiza o incesto como coisa aceitável e digna de imitar.

O Brasil é um país onde impera todo o tipo de devassidão. Não é de se admirar que um livro como esse, tenha sido indicado justamente para essa faixa etária. Isso é uma forma de doutrinação ás crianças para que, crescendo, não vejam nenhuma barreira em ser aceito o incesto, a prostituição infantil  e consequentemente todo o tipo de licenciosidade que além de vergonhoso é pecado.

A intenção é criar uma sociedade onde não há valores morais, nem éticos e menos familiar. O diabo tem se infiltrado na mente de muita gente. No caso em questão, primeiro na mente do autor(porque tem que ser uma mente usada pelo maligno para escrever um 'poema' tão doente), segundo, com toda a certeza na mente dos que defendem a pedofilia e o incesto e por último, naqueles que conduzem o MEC.

Nesse momento que vive o Brasil, descobrindo-se tanta corrupção e seus corruptores, o que menos precisávamos era descobrir que existem outros corruptores: os da inocência, aqueles que destroem nossas crianças em sua mais tenra idade, fazendo-os aceitar algo que é anti-natural, proibido por Deus e por sí só, nojento e capaz de ser rejeitado pela pessoa menos esclarecida, mas que sabe o que é valor familiar.

Essa malignidade dos homens que aprovam tal 'literatura', bem como os que dele ase aproveitam, haverão de prestar contas a Deus por sua iniciativa cruel e destruidora dos pequenos que ainda não sabem se defender de homem e mulheres miseráveis e cruéis.

Ao promover o MEC um livro que prega um incesto, através de uma historia que relata a união entre pai e filha nas escolas infantil, promovendo, isto sim, um verdadeiro incesto criminoso na mente dessas crianças que mal despertam para a vida e já se vêm às voltas com semelhante absurdo praticado por um órgão que deveria, antes de tudo, procurar zelar pelo futuro dessas crianças, mediante historias dignificantes da relação humanas mais condizentes com a idade das mesmas, que nem sequer alcançou a puberdade. É realmente inacreditável que
semelhante despautério possa ocorrer com uma entidade pública que deveria zelar antes do mais, pela boa educação, e não trazer maus exemplos para as salas de aula para alunos de tenra idade.

Não temos ninguém a quem recorrermos.
Não temos autoridade suficiente para barrar isso.
Não temos ajuda de nenhum órgão público para denunciar essa aberração.
Temos apenas a imprensa e mui especialmente a internet que ainda não é controlada pelo governo. Ainda não é.
Dessa forma, vale dizer que precisamos de SOCORRO antes que a nossa sociedade brasileira caia na vala comum e não consiga mais se erguer.

Que Deus, tenha misericórdia dessa nação corrupta e sem nenhum pudor.

Viva vencendo esse tipo de comportamento que não é nem um pouco normal!!!

Abraços.

Seu irmão menor.



Nenhum comentário:

Postar um comentário